Prefeitura vai ampliar ciclovia no Recreio dos Bandeirantes

Publicado em 25/09/2021 - 13:54 | Atualizado
Novo trecho da ciclovia vai ligar o Pontal à Estrada dos Bandeirantes - Alexandre Macieira/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da secretaria municipal de Meio Ambiente, construirá mais três quilômetros para uso exclusivo de bicicletas na Zona Oeste. Para voltar a incentivar os deslocamentos sustentáveis na cidade, um novo trecho vai interligar as ciclovias do Pontal e da Estrada dos Bandeirantes. O anúncio foi feito neste sábado (25/9) pelo prefeito Eduardo Paes, o secretário de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere, e a secretária de Transportes, Maína Celidonio.

 

– Aqui é um canto bucólico e querido da cidade, que a gente tem o desafio grande de cuidar e preservar. Que bom que tivemos a iniciativa de construir esse trecho da ciclovia, que vai trazer muitos benefícios para os moradores dessa região – disse o prefeito Eduardo Paes.

 

O edital está em fase de conclusão e o início das obras está previsto ainda para 2021. A construção do trecho é uma antiga reivindicação dos moradores locais. Ele fica na Avenida Vereador Alceu de Carvalho (conhecida como Estrada do Rio Morto) e tem três quilômetros de extensão, entre o Recreio e Vargem Grande.

 

Esta é mais uma ação do município para o cumprimento do Plano de Desenvolvimento Sustentável. No documento, a Prefeitura tem como meta quadruplicar as viagens de bicicleta até 2030. Com 458 quilômetros de ciclovias, a cidade está entre as três no país em maior extensão de malha cicloviária.

 

– Essa é uma obra simbólica e histórica para a população das Vargens, da Estrada do Pontal, do Recreio dos Bandeirantes. É um pedido muito antigo dos moradores. Um trecho já tinha sido feito e hoje conseguimos, finalmente, aportar os recursos e apresentar o projeto para terminar essa obra tão linda, que vai mudar a vida das pessoas aqui da região, que adoram andar de bicicleta – declarou o secretário de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere.

 

Os ciclistas apoiaram a iniciativa da Prefeitura de ampliar a ciclovia – Alexandre Macieira/Prefeitura do Rio

 

Rede de Mobilidade por Bicicleta 

 

A construção do trecho faz parte da ampliação da Rede de Mobilidade por Bicicleta (RMB), publicada no Diário Oficial no último dia 22, que prevê 123 novos trechos de infraestrutura cicloviária na cidade, também propostos no Plano de Mobilidade Urbana Sustentável do Município do Rio de Janeiro (PMUS – Rio).

 

– A gente se compromete em ter o plano cicloviário da cidade do Rio de Janeiro num prazo de 365 dias. A gente vai precisar muito da participação da sociedade civil para indicar quais são as prioridades e o que está faltando para executar esse plano nos próximos anos – afirmou a secretária de Transportes, Maína Celidonio.

 

O objetivo da ampliação da RMB é promover o uso da bicicleta como uma opção de locomoção acessível e sustentável para os deslocamentos urbanos, além de facilitar a conexão aos centros de bairros, a grandes equipamentos urbanos e, sobretudo, à rede de transportes.

 

A Rede de Mobilidade por Bicicleta prevê ciclovias, ciclofaixas, faixas compartilhadas, além de estacionamentos de bicicletas. O seu detalhamento contará com a participação da sociedade civil. Para viabilizar a expansão da infraestrutura cicloviária com segurança, em trajetos lineares, também estão previstas adequações de espaços urbanos e melhorias no sistema e sinalização.

 

A RMB está alinhada com a campanha global Cidades Pedaláveis – do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP), na qual o município do Rio de Janeiro participa como uma das cidades líderes. O objetivo da campanha é ampliar e unificar importantes iniciativas ligadas à mobilidade por bicicleta, para garantir que esta se consolide como opção de transporte segura, acessível e com emissão zero.  Para isto, as cidades líderes devem se empenhar em projetar e instalar infraestrutura, adotar políticas e destinar recursos para que as pessoas vivam perto de estruturas cicloviárias.

O presidente da Câmara de Vereadores do Rio, Carlo Caiado, também esteve presente no evento.

 

Moradores elogiam iniciativa da Prefeitura

Morador de Vargem Grande, o marinheiro Adelcio Ferreira Mendes, de 59 anos, costuma se deslocar de bicicleta pelo bairro. Ele elogiou a iniciativa da Prefeitura de construir esse novo trecho de ciclovia.

 

– Eu não trafego de bicicleta aqui nas margens do Rio Morto devido ao risco de acidentes, o fluxo de veículos é muito grande e o trajeto fica perigoso. A nova ciclovia vai beneficiar os moradores da região porque é uma via muito utilizada pelas pessoas que usam o BRT e depois pegam suas bicicletas para voltar para casa.

  • 25 de setembro de 2021