Prefeitura vacina nesta segunda trabalhadores da educação com 49 anos ou mais

Publicado em 23/05/2021 - 13:26 | Atualizado em 23/05/2021 - 13:36
Vacinação contra a Covid-19 - Divulgação / Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio dá continuidade nesta segunda-feira (24) à vacinação dos trabalhadores da educação das redes privadas e pública do município. A imunização, neste caso, é para quem tem 49 anos ou mais. É preciso levar o último contracheque ou declaração das instituições educacionais e redes de ensino público ou privado da cidade do Rio. Os secretários municipais de Saúde, Daniel Soranz, e de Educação, Renan Ferreirinha, acompanharão a imunização na Clínica Sérgio Vieira de Mello, no Catumbi, dos trabalhadores.

 

Até 29 de maio, quando será concluído o calendário dos grupos prioritários, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) espera alcançar a marca de 30% de toda a população do Rio vacinada com pelo menos a D1. A partir de 31 de maio, a ampliação da campanha de vacinação avança para a população em geral, seguindo escalonamento por idade. A expectativa é que, em cinco meses, até 23 de outubro, 90% dos cariocas com 18 anos ou mais estejam vacinados com a D1 contra a Covid-19. O cronograma completo foi planejado de acordo com a previsão de envio de vacinas divulgada pelo Ministério da Saúde. A manutenção do calendário de vacinação na cidade está condicionada ao cumprimento deste cronograma.

 

Além do avanço do calendário etário, a repescagem para as pessoas dos grupos prioritários que faltaram à D1 no dia destinado à sua idade está acontecendo diariamente, até o final de maio. Já o cidadão que perdeu a data da D2 deve ir o mais brevemente possível à mesma unidade de saúde onde tomou a D1, para completar o esquema vacinal. A SMS disponibiliza mais de 260 pontos de vacinação em toda a cidade, funcionando de segunda-feira a sábado. A lista desses pontos, o calendário de vacinação e mais informações sobre grupos prioritários, documentos, etc. estão disponíveis em coronavirus.rio/vacina e nas redes sociais da SMS.

  • 23 de maio de 2021