Prefeitura recomenda à Federação de Futebol do Rio não punir clubes que não jogarem em junho

Publicado em 17/06/2020 - 15:42 | Atualizado
Campeonato retorna com Flamengo x Bangu nesta quinta, dia 18/06, no Maracanã. Fotos Marcos de Paula / Prefeitura do RioCampeonato retorna com Flamengo x Bangu nesta quinta, dia 18/06, no Maracanã. Fotos Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, recomendou nesta quarta-feira (17/06) à Federação de Futebol do Estado (FFERJ) que não puna os clubes que optarem por não voltar a jogar em junho.

Num encontro no Palácio da Cidade com representantes da federação e dos clubes, Crivella confirmou que as competições esportivas estão autorizadas, sem público, conforme estabelecido na fase 2 da retomada gradual das atividades, iniciada hoje (17/06).

A federação anunciou que haverá jogo pelo Campeonato Carioca nesta quinta, 18/06, entre Flamengo e Bangu.

– Há clubes que acham que devem retornar ao campeonato no mês de julho, e foi esse o pedido que fiz, como prefeito da cidade, junto com a nossa secretária de saúde, Beatriz Busch: para que esses times não sofram qualquer tipo de WO (perda de pontos por não comparecer à partida) ou punição da federação – disse Crivella.


Os representantes de clubes presentes


Participaram do encontro dirigentes de Botafogo, Flamengo, Fluminense, América, Bangu, Boavista, Friburguense, Macaé e Portuguesa. Pela FFERJ, esteve o vice-presidente Leonardo Ferraz. O Vasco não enviou representante.

Ferraz informou que o Campeonato Carioca recomeça nesta quinta (18/06), com o jogo entre Flamengo e Bangu, e acrescentou que o calendário de jogos está mantido. A questão de Botafogo e Fluminense, que defendem a volta aos jogos só em julho, ainda será avaliada pela federação.


Dirigentes elogiam iniciativa de Crivella


Os dirigentes elogiaram e agradecerem a mediação do prefeito e a preocupação de Crivella em pedir que não haja punições ou ações na Justiça, em respeito a torcedores, jogadores e clubes.

– O Flamengo vem aqui prestar homenagem ao prefeito e à secretária de Saúde, Beatriz Busch, pelo trabalho brilhante que estão fazendo. Ficou demonstrado que a curva (de contágio da Covid-19) está caindo. Vamos sair dessa, e o Rio está na ponta. O prefeito é do Rio, de todos os clubes, e está no papel dele. É importante ele ter feito esse apelo e que a gente converse – afirmou Rodrigo Dunshee, vice-presidente jurídico e geral do Flamengo.

O presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej, destacou que o clube não tem condições de entrar em campo antes de 15 dias.

– O Botafogo sai dessa reunião esperando e tentando a conciliação. A posição do prefeito é muito salutar (em recomendar que não haja punição a quem não jogar em junho). O Botafogo agora está começando sua preparação. É impraticável jogar na segunda-feira. Precisamos de no mínimo 15 dias na nossa preparação para voltar a jogar –  disse Mufarrej.