Prefeitura leva “Blitz da Vida” contra a pandemia à Penha, na Zona Norte

Publicado em 14/10/2020 - 13:15 | Atualizado
Ações conjuntas integradas pela Seop na fase de retomada já fiscalizaram mais de 2,2 mil estabelecimentos e ambulantesAções conjuntas integradas pela Seop na fase de retomada já fiscalizaram mais de 2,2 mil estabelecimentos e ambulantes. Crédito: Divulgação Seop / Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), realiza, nesta quarta-feira, 14/10, pelo segundo dia seguido, edição da “Blitz da Vida” na Penha, na Zona Norte. Com a participação de diversos órgãos municipais, a força-tarefa registrou, nesta terça (13/10), primeiro dia de atividade no bairro, 83 infrações de trânsito. Destas, 53 foram para veículos do transporte complementar (vans e kombis), com um deles removido. Dois veículos também foram removidos por estacionamento irregular. Na fiscalização do comércio, três ambulantes foram multados e um notificado, e 476 itens foram apreendidos (entre eles, bebidas, pares e tiras de chinelos, peças de vestuário, barracas e carrinho). Os agentes também recolheram cerca de uma tonelada de resíduos sólidos das ruas.

Lançado há mais de dois meses, o projeto – com foco no enfrentamento à pandemia de Covid-19 em áreas sensíveis a aglomerações durante a retomada – já passou por 16 bairros, onde fiscalizou mais de 2,2 mil estabelecimentos e ambulantes, acolheu quase 250 pessoas em situação de rua, e recolheu cerca de 70 toneladas de resíduos.

Ontem, com o apoio de policiais militares do 16ª BPM (Olaria), as equipes municipais percorreram as ruas Leônidas, dos Romeiros e José Maurício, a Travessa Padre Ricardo e a Avenida Brás de Pina.

Flamengo e Botafogo – Na semana passada, de 6 e 9/10, as ações conjuntas da “Blitz da Vida” passaram pelo Flamengo e Botafogo, na Zona Sul. Resultado: mais de 60 ambulantes fiscalizados, com 15 autuados, e outros irregulares orientados a desocupar o espaço público; dois de sete estabelecimentos vistoriados autuados; 75 pessoas em situação de rua abordadas, com 24 encaminhamentos e 16 acolhimentos; 60 veículos multados, 34 deles removidos por estacionamento irregular; e cerca de 2,2 toneladas de resíduos sólidos recolhidas.

No Flamengo, o roteiro contemplou as ruas Marquês de Abrantes, Senador Vergueiro e Barão do Flamengo, a Travessa dos Tamoios e a Praia e o Aterro do Flamengo. Já em Botafogo, os agentes percorreram as ruas São Clemente, Voluntários da Pátria, Mena Barreto, Nelson Mandela, Paulo Barreto, Dezenove de Fevereiro e Sorocaba, e a Praia de Botafogo, incluindo a parte de baixo do elevado.

Balanço geral da “Blitz” na cidade – Em 12 semanas, de 21/07 a 09/10, a “Blitz da Vida” registrou, em 55 ações conjuntas, 2.271 fiscalizações e orientações a estabelecimentos comerciais (862) e ambulantes (1.409), e 1.042 abordagens a pessoas em situação de rua, com 249 acolhimentos. A força-tarefa contabiliza mais de 650 multas de trânsito por diversas irregularidades, com 289 remoções de veículos por estacionamento irregular e 244 autuações a vans e kombis do transporte complementar de passageiros; e retirada de mais de 70 toneladas de resíduos sólidos. O levantamento corresponde à atuação em 16 bairros: Centro, Copacabana, Ipanema, Leblon, Campo Grande, Santa Cruz, Tijuca, Freguesia de Jacarepaguá, Taquara, Praça Seca, Madureira, Cascadura, Méier, Barra da Tijuca, Flamengo e Botafogo.

Outros números – Desde o início das ações de combate à pandemia, em 18 de março, a Seop integrou mais de 698 operações conjuntas em toda a cidade, onde foram fiscalizados 38.838 estabelecimentos, com 28.101 pontos comerciais fechados. Além disso, foram atendidas 11.463 ocorrências pelo Disk Aglomeração, que funciona desde 31 de março com base em chamados à Central 1746.

Órgãos – As ações conjuntas são planejadas pela Subsecretaria de Operação (Subop) da Seop e contam, de acordo com a necessidade operacional, com efetivos da Guarda Municipal, e das coordenadorias de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer), Especial de Transporte Complementar (CETC) e de Cuidado e Prevenção às Drogas (CPD), ligadas à pasta; Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano (da Secretaria Municipal de Fazenda); Subsecretaria de Vigilância Sanitária (da Secretaria Municipal de Saúde); Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos; Comlurb; Cedae; Light; Rioluz; e Polícia Militar.