Prefeitura entrega mais de 130 crachás do Programa Ambulante Legal

Publicado em 19/06/2019 - 18:17 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Prefeitura entrega mais de 130 crachás do Programa Ambulante Legal
O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, participa de entrega de crachás do Programa Ambulante Legal. Foto: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, entregou nesta quarta-feira, 19 de junho, mais 130 crachás de identificação do Programa Ambulante Legal. O evento, no Palácio da Cidade, reuniu titulares de licenças para comércio ambulante que atuam nos bairros de Anchieta, Cascadura, Coelho Neto, Guadalupe, Irajá, Madureira, Marechal Hermes, Oswaldo Cruz, Parque Anchieta, Pavuna, Ricardo de Albuquerque, Rocha Miranda, Vicente de Carvalho e Vila da Penha.

 – Hoje nós entregamos mais 130 crachás do Programa Ambulante Legal. No total, mais de duas mil pessoas receberam a sua regulamentação – afirmou o prefeito ao final do evento – O Ambulante Legal vai chegar a todos os bairros da cidade e milhares e milhares de pessoas serão beneficiadas.

O programa já alcançou 20 bairros no município. Além das regiões contempladas no evento desta quarta-feira, os bairros de Copacabana, Leme, Méier, Feira do Calçadão de Bangu, Campo Grande e Santa Cruz também já foram alcançados pela política de ordenamento urbano implantada pela atual administração.

O documento de identificação dos ambulantes dispõe de QR Code, código de barras bidimensional de resposta rápida que permite não só a fiscalização, mas também a população acessar informações como o nome, o número de inscrição e as mercadorias que o ambulante está autorizado a comercializar. Além disso, por meio da tecnologia, também é possível verificar o local em que aquele ambulante pode atuar na cidade, respeitando o ordenamento urbano.

Os documentos foram entregues pessoalmente por Crivella, que lançou o programa em agosto de 2018. Também participaram do evento o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Cesar Amendola, a inspetora da Guarda Municipal, Tatiana Mendes, e o representante da Secretaria Municipal de Fazenda, Carlos Roberto Guerra.

Documento com QR Code foi distribuído para ambulantes que atuam em 14 bairros

– Esse documento é sinônimo de segurança para mim. Ao longo da minha vida, perdi mercadoria, o meu sustento, varias vezes. Agora sei que isso nunca mais irá acontecer – disse a ambulante Maria Betânia Weirch, que há 24 anos vende bijuterias e artigos de papelaria em uma barraca em Vicente de Carvalho.

O clima durante a cerimônia foi de muita emoção. Familiares e amigos acompanharam os beneficiados, tirando fotos para registrar o momento.

– Hoje é um dia de vitória. Esse documento vai permitir que a gente trabalhe tranquilamente, de uma maneira legal. Isso é fundamental – afirmou um dos ambulantes, José Maria da Silva, que ao lado da mulher Deise, se emocionou ao receber o novo documento.

O Ambulante Legal, instituído pelo Decreto 44.838/2018, tem o objetivo de organizar e facilitar a identificação dos ambulantes autorizados a trabalhar na cidade, propondo, inclusive, a implantação de políticas públicas de qualificação profissional aos trabalhadores.

 

 

  • 19 de junho de 2019