Prefeitura do Rio homenageia Alfredo Sirkis e inaugura bosque no Parque Dois Irmãos

Publicado em 08/12/2020 - 16:15 | Atualizado em 08/12/2020 - 16:16
  • Início/
  • /
  • Prefeitura do Rio homenageia Alfredo Sirkis e inaugura bosque no Parque Dois Irmãos
A cerimônia contou com a presença dos filhos e da viúva Ana Morelli. -Foto: Marco Antonio Rezende/ Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, inaugurou nesta terça-feira, dia 08/12, o Bosque da Amizade e o Mirante Ana e Alfredo, no Parque Natural Penhasco Dois Irmãos, no Leblon, em homenagem ao escritor, ambientalista, político e jornalista Alfredo Sirkis, que completaria 70 anos hoje.

A cerimônia foi realizada próximo à sede do parque e contou com a presença dos filhos, da viúva Ana Morelli, e de amigos de Sirkis, convidados a plantar 25 árvores no Bosque da Amizade, que homenageia a memória do ambientalista. As cinzas de Sirkis foram depositadas pelos filhos Guilherme e Anna Sirkis e pela viúva Ana Morelli no berço onde foi plantada uma muda de jequitibá rosa.

No local foi fixada uma placa com os dizeres: “Neste local estão depositadas as cinzas do ambientalista Alfredo Sirkis (1950-2020). Sirkis foi responsável pelo reflorestamento da encosta do morro Dois Irmãos e pela idealização e realização do Parque”, informa a placa fixada junto à arvore.

– Este evento é muito simbólico para a gente. Porque quem está no Meio Ambiente tem que respeitar muito a memória de Alfredo Sirkis, o primeiro secretário da pasta no Rio de Janeiro. É uma responsabilidade e um orgulho muito grande fazer essa homenagem. É o mínimo que podemos fazer, saudou o secretário de Meio Ambiente, Bernardo Egas.

Alfredo Sirkis foi o primeiro secretário de Meio Ambiente da Cidade e, nessa função, idealizou e inaugurou o Parque Municipal Penhasco Dois Irmãos, tendo participado ativamente das negociações que evitou a construção de um grande hotel no local. Para os amigos, Sirkis sempre dizia que o parque era uma de suas realizações de que tinha mais orgulho.

– Quando decidimos cremar o Alfredo, eu e os filhos dele não sabíamos o que fazer com as cinzas. Talvez a gente quisesse espalhar as cinzas por todos os locais que ele criou. Mas ao final, a gente deixou o tempo encarregado de decidir. E então lembrei que o lugar que o Alfredo mais gostava, o lugar que ele tinha mais orgulho de ter criado era o Parque Dois Irmãos. Procurei o Bernardo Egas que abraçou de imediato o projeto. Mas eu não queria só plantar uma árvore. Queria convidar os amigos dele para estarem juntos aqui abraçando ele, disse a viúva de Sirkis, Ana Morelli.

A pedido de Ana Morelli, a paisagista Beth Cohen, que trabalhou com Fernando Chacel, autor do projeto do Parque Dois Irmãos, desenhou o Bosque da Amizade, com a disposição exata das árvores plantadas no entorno do Jequitibá de Sirkis, e o Mirante Ana e Alfredo, em frente ao bosque.

– Quando foi secretário,  Alfredo Sirkis além de trazer essa visão pioneira para o Rio de Janeiro, trouxe também o ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade, para a América Latina. Hoje já somos a maior rede de prefeituras e governos locais do mundo que trabalham em prol do desenvolvimento urbano sustentável. E anuncio aqui com muito orgulho que conseguimos viabilizar a publicação de mil cópias do livro Descarbonário, seu último trabalho. É a nossa singela homenagem ao ambientalista, anunciou Rodrigo Perpétuo, Secretário Executivo do ICLEI.

  • 8 de dezembro de 2020