Prefeito recebe imagem peregrina de São Sebastião no Centro Administrativo

Publicado em 18/01/2021 - 13:30 | Atualizado
Paes cumprimenta Dom Orani Tempesta, que levou a imagem peregrina de São Sebastião à Prefeitura - Beth Santos/Prefeitura do Rio

O prefeito Eduardo Paes recebeu, na manhã desta segunda-feira (18/01), o arcebispo do Rio de Janeiro, cardeal Dom Orani Tempesta. O religioso esteve na Prefeitura do Rio com a imagem peregrina de São Sebastião, santo que é o padroeiro da cidade e dá nome ao Centro Administrativo. A visita acontece desde 2010 e faz parte da programação da festa de São Sebastião, celebrada nesta quarta-feira (20/01).

Às 10h em ponto, Dom Orani chegou à prefeitura, e ainda na parte externa do prédio foi recepcionado por Paes, juntamente com os secretários Marcelo Calero (Governo e Integridade Pública) e Pedro Paulo (Fazenda e Planejamento). Depois, todos seguiram para o gabinete do prefeito. Lá, o secretário de Saúde, Daniel Soranz, também acompanhou a visita da imagem peregrina.

– Hoje é um dia abençoado, começando com São Sebastião e terminando com a vacina – comemorou o prefeito, referindo-se ao início da vacinação contra a Covid-19 na cidade do Rio, que vai acontecer nesta segunda-feira, às 17h, no Cristo Redentor.

Após beijar os pés da imagem do santo, Paes afirmou ser um “prazer receber, depois de quatro anos, a imagem de São Sebastião, nosso padroeiro, aqui na Prefeitura”.

– Fizemos uma oração junto com Dom Orani, agradecendo por estarmos aqui, mas, principalmente, pedindo a proteção de São Sebastião para que a gente possa conduzir essa cidade pelos próximos quatro anos. Hoje também é um dia importante, primeira dose da vacina que vai ser aplicada aqui no Rio de Janeiro, será aos pés do Cristo Redentor, símbolo maior da nossa cidade, para que o Cristo possa abençoar todos os cariocas.

Sem procissão
Com o tema “São Sebastião, mensageiro da esperança”, a Trezena começou no dia 7, no Santuário Basílica de São Sebastião – Capuchinhos, na Tijuca. Durante 13 dias, a imagem peregrina, levada por Dom Orani, percorre vários pontos da cidade. Por conta da pandemia, a tradicional procissão pelas ruas do Centro não vai acontecer, evitando aglomerações e a exposição das pessoas que são do grupo de risco. De acordo com a Arquidiocese do Rio, na véspera da grande festa, a imagem vai sobrevoar a cidade de helicóptero, às 12h30, abençoando todos os cariocas.
Na quarta-feira, dia do padroeiro, haverá uma missa ‘drive-in’, às 17h, celebrada por Dom Orani, na porta da Catedral Metropolitana, no Centro.

Quem foi São Sebastião?
São Sebastião foi um leigo e soldado cristão, nascido em Milão, na Itália, por volta do século III, embora haja versões de que tenha nascido em Narbonne, na França.

“São Sebastião, oriundo de família cristã, não se curvou diante das flechadas que levou, mas continuou firme e perseverante, dando testemunho de sua fé em Jesus Cristo. O carioca, tendo São Sebastião como exemplo, também não desanima diante dos problemas e dificuldades da vida, das flechadas de cada dia, mas está sempre levantando e recomeçando a caminhada”, compara Dom Orani.

Nas fileiras romanas, São Sebastião chegou a ser considerado um dos oficiais prediletos do Imperador Diocleciano. Contudo, nunca deixou de ser um cristão convicto e ativo. Denunciado por isso, foi condenado a morte. Amarrado a um tronco, foi atingido por flechas, mas se salvou.
Recuperado, demonstrou coragem e se apresentou novamente ao imperador, censurando-o pelas injustiças cometidas contra os cristãos, e o acusando-o de inimigo do Estado. Perplexo com tamanha ousadia, Diocleciano ordenou que os guardas o açoitassem até a morte, em 20 de janeiro de 288.

  • 18 de janeiro de 2021