Obras da primeira escola cívico-militar do Rio de Janeiro, no Rocha, são retomadas

Publicado em 08/01/2020 - 12:03 | Atualizado em 08/01/2020 - 13:26
As obras da primeira escola cívico-militar do Rio estão com 70% das obras prontas. Foto: Marcos de Paula

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, visitou nesta quarta-feira, 8 de janeiro, as obras de construção da primeira Escola Municipal Cívico Militar do Rio de Janeiro. Localizada no bairro do Rocha, na Zona Norte da cidade, a unidade vai operar em turno único, com capacidade para 560 alunos do Ensino Fundamental. O investimento total no projeto é de R$ 20,2 milhões. O novo equipamento de ensino está com  70% das obras concluídas,  com entrega prevista para este ano letivo.

– Que alegria ver, em breve, meninos e meninas saindo pela porta afora, felizes, alegres, brincando, bem uniformizados e instruídos. E tendo um belo futuro pela frente. O nome (da escola) ainda vai ser escolhido. Mas o povo já pode saber que os filhos poderão estudar numa escola bacana. Vamos trabalhar com afinco aqui para que isso se torne uma realidade – afirmou Crivella, depois de cumprimentar, ao lado da secretária Municipal de Educação, Talma Suane, a diretora escolhida para a unidade, Regina Paschoa.

 

A escola vai abrir 560 vagas para alunos do Ensino Fundamental. Foto: Marcos de Paula/ Prefeitura do Rio

 

 

– Este é um projeto que amplia o ensino de qualidade para todos os cariocas. Estamos otimistas e felizes com a retomada das obras – comentou Talma.

A unidade tem três andares, com 24 salas – 16 de aulas. As demais são adaptadas para alunos com necessidades especiais; salas inteligentes (interativas, de multimídia e robótica); de laboratórios de Ciências, de Línguas Estrangeiras e de música,  além de outras destinadas a habilidades individuais e coletivas, e de leitura. A escola terá ainda uma quadra poliesportiva coberta.

Os alunos serão divididos em 16 turmas, sendo quatro do 6º ano, quatro do 7º, quatro do 8º e quatro do 9º. Eles terão direito a três refeições por dia, com desjejum, almoço e lanche.

Vinculados à matriz curricular das disciplinas comuns, os alunos também vão receber aulas de Artes Cênicas, participarão de projetos esportivos, curso de robótica, e estudo dirigido e tutoria. Entre as atividades complementares estão o Polo Orquestra Carioca, aulas de tiro com arco e Academia de Lutas.

 

Imagens de como serão os uniformes da nova unidade. Foto: Marcos de Paula/ Prefeitura do Rio

 

Durante a cerimônia, também foram exibidos a representantes da Secretaria Municipal de Educação e autoridades políticas do município, estado e federal, os uniformes (masculino e feminino) desenhados para o novo colégio. O traje estudantil para esse tipo de escola, em tecido tergal, tricoline e percal, terá detalhes como o nome do aluno (a) acima do bolso da blusa, graduação (nos ombros), símbolo da Escola Cívico-Militar e cores alusivas à bandeira do município. Mulheres usarão saias e homens, calça comprida.