Novos conselheiros de Assistência Social tomam posse para o biênio 2021/2023

Publicado em 15/10/2021 - 15:53 | Atualizado em 15/10/2021 - 16:16
Posse do Conselho Municipal de Assistência Social - Marcelo Piu / Prefeitura do Rio

A secretária municipal de Assistência Social, Laura Carneiro, deu posse nesta quinta-feira (14/10) ao novo colegiado do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS Rio) para o biênio 2021/2023, representando o prefeito Eduardo Paes. São 20 conselheiros titulares e seus respectivos suplentes, sendo 10 representantes do governo e 10 da sociedade civil. As eleições aconteceram em setembro, para a gestão que vai até outubro de 2023.

A nova presidente do conselho é a servidora da Assistência Social Emília Carvalho Teixeira, assessora da Coordenadoria Geral dos Conselhos. O vice-presidente é Evaldo Alves da Silva, do Instituto Anne Sullivan; e como primeiro e segundo secretários estão, respectivamente, Sara Tavares Ferreira, da SMAS, e Sérgio Carlos de Barros, do Sindifilantrópicas. A cerimônia, no Museu do Amanhã, contou com apresentação do Grupo de Câmara Juvenil Carioca, da Secretaria Municipal de Educação.

A secretária agradeceu a todos os conselheiros pela cooperação em sua gestão:

 

– Todos nós juntos construímos cada vez melhor a política de Assistência, esse é o objetivo comum, que nos congrega. Nesse dia especial, nos despedimos desse momento, mas não da luta, e recebemos novos companheiros. Na vida a gente tem que renovar as pessoas, quanto mais pessoas a gente tiver na mesma direção, mais a gente vai avançar.

 

Instituído pela Lei Municipal 2469/1996, o Conselho é o órgão responsável pelo controle social da Política de Assistência Social na cidade. Sete secretarias têm assento no CMAS Rio: além da Assistência Social, Educação, Saúde, Habitação, Cultura e Pessoa com Deficiência.

A sociedade civil é representada por cinco segmentos: usuários, entidades de assessoramento, de atendimento, de defesa e de garantia de direitos e trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Há representantes da Associação de Moradores e Amigos de Cavalcanti e Adjacências; Movimento Nacional de População em Situação de Rua; Associação pro Melhoramento do Morro do Salgueiro e Instituto Eco Vida; Centro Brasileiro de Cooperação e Intercâmbio de Serviços Sociais (CBISS); Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM); Instituto Anne Sullivan; Associação Beneficente São Martinho; Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS); Comitê para a Democratização da Informática (RECODE); Fórum Municipal dos Trabalhadores do SUAS do Rio de Janeiro (FMTSUAS); Sindicato dos Empregados em Instituições Beneficentes, Religiosas, Filantrópicas do Estado do Rio de Janeiro (Sindifilantrópicas); e Sindicato dos Psicólogos do Estado do Rio de Janeiro (SINDPSI/RJ).

  • 15 de outubro de 2021