Lago do Campo de Santana é reinaugurado após reforma

Publicado em 13/03/2020 - 15:15 | Atualizado em 13/03/2020 - 16:47
O lago artificial tem quase quatro mil metros quadrados - Foto: Edvaldo Reis/Prefeitura do Rio

A Fundação Parques e Jardins reinaugurou o lago principal do Campo de Santana, nesta sexta-feira (13/03). O espaço, que estava sem água há três anos por causa de infiltrações, ganhou uma grande reforma de reparo e impermeabilização com recursos levantados pela 3a edição da LER-Salão Carioca do Livro, festival literário. O lago artificial tem quase quatro mil metros quadrados de área e é o segundo maior  do parque. Com capacidade para dois milhões de litros de água, ele abriga uma ilha artificial que serve de berçário para inúmeras garças.

O evento teve o parque como um dos palcos de exposição e atraiu mais de 50 mil pessoas no fim do ano passado. De acordo com Fernando Gonzalez, presidente da FPJ,  a reforma não teve nenhum custo para os cofres públicos:

-Com essa contrapartida, os animais podem finalmente voltar a ocupar seu antigo espaço. O Campo abriga mil cotias, quatrocentos patos, sete pavões e tantas outras aves migratórias que passam o dia aqui no parque. Além disso, é um cenário de contemplação para as duzentas mil pessoas que atravessam o parque diariamente.

O secretário de Envelhecimento Saudável, Qualidade de Vida e Eventos, secretaria à qual a FPJ está vinculada, Felipe Michel comemorou a revitalização do lugar:

-Quando assumi a Secretaria, esse lago se tornou uma das minhas prioridades. Ele é a grande estrela do Campo de Santana e também muito importante para a fauna local. Tenho certeza de que os animais e a população carioca estão muito felizes vendo este lago cheio novamente.

Valentina Ramos, de 85 anos, aluna do Rio Ar Livre , projeto da secretaria,  da unidade do Largo do Machado,  disse que adorou a oportunidade de fazer uma aula de dança e alongamento em um cenário tão especial e, junto com os funcionários da Fundação, ela soltou peixes no lago.

-Eu já conhecia o Campo de Santana, mas faz tempo que não o vejo tão bonito e organizado.

Valentina Ramos, que participou de uma atividade no local, soltou um peixe no lago – Foto: Divulgação