Justiça do Trabalho determina retorno do serviço de BRT na cidade do Rio de Janeiro

Publicado em 25/02/2022 - 16:33 | Atualizado em 25/02/2022 - 16:37
Justiça do Trabalho determinou o retorno de, no mínimo, 80% da frota do sistema BRT - Divulgação

A Prefeitura do Rio e a empresa pública Mobi-Rio obtiveram  junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) decisão favorável ao retorno do serviço do BRT na cidade.

A desembargadora presidente do Tribunal Regional do Trabalho, Edith Maria Correa Tourinho, apreciou o pedido de dissídio coletivo protocolado pela Procuradoria do Município e determinou o retorno de, no mínimo, 80% da frota do sistema BRT, sob pena de multa diária de R$ 100 mil.

 

Bilhetagem digital: Município publica regras da licitação que dará mais transparência aos transportes

  • 25 de fevereiro de 2022