Coronavírus: Em 20 dias de ações, Prefeitura aplica mais de 230 multas aos consórcios de ônibus

Publicado em 10/04/2020 - 16:20 | Atualizado em 10/04/2020 - 16:57
Fiscais têm atuado diariamente na cidade para coibir aglomerações nos transportes públicos. Foto: Divulgação/ SMTR

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, aplicou 232 multas desde o início das ações, há 20 dias. Fiscais da secretaria têm atuado diariamente na cidade para verificar se os consórcios estão cumprindo a determinação de transportar somente passageiros sentados nos ônibus, de acordo com as recomendações dos órgãos de saúde no combate ao novo coronavírus.

 

As frotas do BRT são as que mais despertam a atenção dos fiscais, que já aplicaram quase 190 multas ao consórcio. Foto: Divulgação/SMTR

 

Somente ao BRT, foram registradas 189 autuações. Durante as ações, as equipes da SMTR flagraram diversos ônibus descumprindo a determinação nos três corredores do sistema (Transoeste, Transcarioca e Transolímpica).

Outras 43 multas foram aplicadas aos demais consórcios, responsáveis por linhas de ônibus convencionais, por diferentes irregularidades: inoperância de linhas, circulação com frota abaixo do determinado, falta de vistoria e cobrança de tarifa abaixo do valor estabelecido.

As ações seguem de forma intensificada, a fim de coibir a prática de transportar passageiros em pé, sem haver lotação nos coletivos, visando resguardar a saúde dos usuários e dos próprios motoristas.