Comlurb leva nova logística de coleta domiciliar às comunidades do Horto Florestal

Publicado em 12/06/2021 - 15:15 | Atualizado em 12/06/2021 - 15:41
Novas caçambas da Comlurb - Divulgação / Prefeitura do Rio

A Comlurb lançou neste sábado (12/06) a nova logística de coleta domiciliar nas comunidades do Horto Florestal, Zona Sul. O projeto teve início no dia 19 de maio, no Vidigal, e busca dar uma nova diretriz à coleta de resíduos em comunidades, com otimização dos roteiros e ordenação de pontos de descarte de lixo domiciliar e público, em pontos estabelecidos tecnicamente, visando o acondicionamento correto de resíduos que eram descartados irregularmente no interior da comunidade. Serão instalados novos contêineres metálicos de 1.200 litros em pontos estratégicos de toda a extensão do Horto Florestal.

A nova metodologia vai favorecer que moradores de localidades de difícil acesso, como becos e vielas, tenham mais facilidade para ofertar o lixo a Comlurb, evitando que ele fique espalhado pelo interior das comunidades, o que em dias de chuva acabava acarretando transtornos, como entupimentos de ralos e saídas de água, além de chegar aos córregos e cachoeiras da região. Assim como no Vidigal, caminhões compactadores foram especialmente adaptados pela Companhia para dar mais agilidade no recolhimento das caixas coletoras, que serão esvaziadas duas vezes por dia.

A ideia do lançamento da nova logística de coleta nas comunidades do Horto surgiu depois que diversos moradores demonstraram preocupação com os animais silvestres que circulam pelas ruas, principalmente macacos, que acabavam revirando os sacos de lixo, espalhando resíduos pelo asfalto e levando-os para o interior da mata, causando diversos problemas, como cheiro desagradável, proliferação de vetores e até mesmo algum tipo de doença nos próprios animais. Esses problemas serão extremamente atenuados e até mesmo definitivamente equacionados, já que os novos contêineres são fechados, dificultando o acesso aos bichos.

Os novos contêineres das comunidades do Horto estão sendo distribuídos nos seguintes pontos: Rua Pacheco Leão, na altura dos números 1.011, 1.041 e 2.040; na localidade conhecida como Grotão; no Solar Imperatriz; na Dona Castorina; na localidade Caxinguelê/Morro das Margaridas; e na Rua Jardim Botânico, altura do número 1.024. Nesses locais os moradores não tinham pontos predefinidos para o descarte dos resíduos.

 

  • 12 de junho de 2021