Cidade das Artes recebe jovens músicos de periferia para primeiro grande evento presencial

Publicado em 01/06/2021 - 18:32 | Atualizado em 02/06/2021 - 15:17
  • Início/
  • /
  • Cidade das Artes recebe jovens músicos de periferia para primeiro grande evento presencial
A Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro - Divulgação

No próximo sábado (05/06), às 18h, sessenta músicos da Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro (OSJRJ) irão interpretar repertório do tcheco Dvorak e do brasileiro Camargo Guarnieri, na Grande Sala da Cidade das Artes, em única apresentação. O ponto alto do espetáculo será Sinfonia em mi menor n. 9, de Antonin Dvorak, com temática baseada no Novo Mundo e em sintonia com o atual momento do planeta, impactado por uma pandemia. A regência será de Tobias Volkmann.

A OSJRJ foi criada em 2014, fruto do programa Ação Social pela Música do Brasil, e é composta por jovens talentos com idade entre 15 e 26 anos e, em sua maioria, residentes de comunidades do Rio como Complexo do Alemão, Morro dos Macacos, Babilônia e Morro da Providência, de cidades da Baixada Fluminense e do município de São Gonçalo. Alguns desses músicos já se apresentaram recentemente em concertos na Alemanha, Holanda, Suíça e nos Estados Unidos e muitos são as primeiras pessoas de suas famílias a fazerem um curso superior em universidades como a UniRio e a UFRJ.

A participação desses jovens na orquestra é fundamental para seu desenvolvimento tanto profissional quanto pessoal. Neste processo de aprendizagem, os alunos da ASMB adquirem disciplina, concentração, capacidade de trabalho em equipe, respeito e paixão pela arte. Como resultado, muitos desses adolescentes ganham autoestima e confiança para enfrentar os desafios da vida adulta e aceitar desafios no mercado de trabalho. O objetivo da OSJRJ é dar suporte aos jovens músicos, aperfeiçoando a prática orquestral e incentivando o ingresso em cursos superiores e de profissionalização.

O maestro Tobias Volkmann – Divulgação

Na apresentação da Cidade das Artes, Tobias Volkmann estará à frente dos jovens músicos. Ele já esteve como convidado em mais de 30 orquestras na Europa, Estados Unidos e América do Sul, foi Maestro Titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio. Como parte indispensável de sua atuação artística, dedica-se à Ação Social Pela Música no Brasil. Dirige regularmente concertos da Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro e acompanha o desenvolvimento de seus músicos.

 

REPERTÓRIO

Antonín Dvořák (1841 – 1904)

Sinfonia em mi menor nº 9, Novo Mundo (1893)

I. Adagio, Allegro molto

II. Largo

III. Molto vivace

IV. Allegro con fuoco

 

Mozart Camargo Guarnieri (1907 – 1993)

Dança brasileira (1928)

 

Para conhecer mais da OSJRJ: www.orquestrajovemrj.com.br

Instagram: @asmdobrasil

Youtube / Facebook: Ação Social pela Música do Brasil

 

SERVIÇO

 

DATA: 05/06, SÁBADO, ÀS 18 HORAS – Única apresentação

DURAÇÃO: 60 MINUTOS ( SEM INTERVALO)

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

INGRESSOS – MEIA: R$ 20 E INTEIRA R$ 40

VENDAS PELO SYMPLA

ESTACIONAMENTO GRÁTIS

REGRAS ANTI-COVID – Uso obrigatório de máscara em todos os espaços do teatro; aferição de temperatura na entrada; capacidade reduzida de publico a 40%, distanciamento necessário, desinfecção e limpeza de todas as áreas

  • 1 de junho de 2021