Carnaval: confira o balanço da atuação dos órgãos municipais nos dias de desfiles e no Terreirão

Publicado em 01/05/2022 - 16:56 | Atualizado em 01/05/2022 - 17:39
Equipes dos órgãos municipais atuaram em todos os dias de carnaval - Alexandre Macieira/Prefeitura do Rio

Chegou ao fim o Carnaval 2022 no Sambódromo. Neste sábado (30/4), as seis agremiações mais bem colocadas: Salgueiro, Portela, Vila Isabel, Viradouro, Beija-Flor e a campeã Acadêmicos do Grande Rio  voltaram à Passarela do Samba para o desfile comemorativo. Na Estrada Intendente Magalhães, na Zona Norte, foi realizado o desfile das agremiações do Grupo Prata da Super Liga, que vai garantir vaga na Série Ouro, no Sambódromo, em 2023.

Fotogaleria: veja como foi o Desfile das Campeãs

Neste domingo (1/5), acontecem os últimos desfiles do carnaval carioca 2022, com as agremiações dos grupos B e C da Liga Livres, na Intendente Magalhães. Já no Terreirão do Samba, a programação de sábado começou às 19h e contou com atrações como Dudu Nobre, Paulinho da Viola, Leci Brandão e Péricles.

A Prefeitura do Rio montou um esquema operacional envolvendo diversos órgãos e secretarias nos locais de eventos e em seus entornos. Confira neste boletim as ações realizadas.

Ordem pública 

Equipes da Subsecretaria de Operações (SUBOP) e da Coordenadoria de Controle Urbano (CCU) removeram 111 ambulantes que não possuíam autorização para atuar no entorno do Sambódromo nos seis dias de desfiles. Ao todo, 492 itens irregulares foram apreendidos, como bebidas, algumas em garrafas de vidro que possuem venda proibida no comércio ambulante, carrinhos e caixas de isopor.

Em seis dias de operações nas imediações da Marquês de Sapucaí, 471 ambulantes já foram fiscalizados e mais de 856 itens irregulares foram apreendidos pelos agentes. As ações são realizadas em todos os pontos de acesso com foco no combate a desordem.

A Secretaria de Ordem Pública (Seop) e a GM atuaram em operação especial para o Carnaval 2022 no Sambódromo com mais de 500 agentes por dia, entre guardas municipais e agentes da ordem pública, que trabalham nos pontos de bloqueio montados pela CET-Rio no entorno da passarela do samba. Além disso, os agentes auxiliam as escolas de samba no deslocamento dos carros alegóricos com foco na segurança viária e na diminuição de impactos no trânsito. Essa ação aconteceu tanto na Sapucaí quanto na Intendente de Magalhães.

 

Fiscalização

As ações de fiscalização e ordenamento feitas pela Secretaria de Ordem Pública (SEOP) e pela Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) no entorno do Sambódromo e na Intendente Magalhães no último dia de desfiles contaram com aplicação de 122 multas após flagrantes de infrações de trânsito e 36 veículos rebocados. Desde o início dos desfiles até a madrugada deste domingo, foram contabilizados 1.699 multas de trânsito.

Nos seis dias de fiscalização e patrulhamento foram registradas cinco prisões e seis conduções para delegacia, após flagrantes de furto, roubo e desacato.

O efetivo da GM-Rio também distribuiu 602 pulseirinhas de identificação para crianças desde o primeiro dia de desfiles no entorno do Sambódromo. A ação fez parte de uma campanha de conscientização contra a exploração infantil, realizada em parceria com a Assistência Social e com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). Também foram registradas 311 ações de apoio ou atendimento a turistas. Nos dias de folia, o total de atendimentos do tipo foi de 423.

Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS-Rio) encerrou mais uma operação de carnaval totalizando 1.939 atendimentos no Sambódromo, incluindo nos desfiles do Grupo Especial, da Série Ouro e das escolas mirins, no dia da apuração dos resultados e nos ensaios técnicos que precederam o carnaval. Ao todo, 90 pacientes precisaram ser

transferidos. Somente nesta última noite das campeãs, foram 307 pessoas atendidas e 13 remoções para UPAs, coordenações de emergência regional (CERs) ou hospitais da rede municipal de saúde.

A estrutura de saúde contou com sete postos médicos ao longo da Marquês de Sapucaí, da concentração à Apoteose; 71 profissionais a cada dia, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem; e 16 ambulâncias de prontidão para remoção dos casos mais graves para unidades de urgência e emergência da rede. A Central Municipal de Regulação coordenou as transferências. A SMS-Rio tem expertise de anos operando postos médicos em eventos com grande concentração de público.

A operação em 2022 contou também com ações de promoção da saúde da Superintendência de Promoção da Saúde em parceria com a Coordenadoria Executiva da Diversidade Sexual (CEDS), vinculada à Secretaria Municipal de Governo e Integridade Pública (Segovi); e com ações de fiscalização do Instituto Municipal de Vigilância Sanitária (Ivisa-Rio), não só no Sambódromo, mas também no Terreirão do Samba e no comércio ambulante do entorno. Nas seis noites, incluindo o dia das escolas mirins, o Ivisa-Rio realizou 362 inspeções com aplicação de R$ 55 mil em multas por infrações sanitárias.

Ao todo, 82 kg de alimentos foram inutilizados por não estarem em condições para o consumo.

Limpeza

Os garis da Comlurb recolheram 343 toneladas de resíduos nos seis dias de desfiles no Sambódromo e nos da Intendente Magalhães até este sábado (30/04). O esquema especial também envolveu serviços nos sete postos de saúde da Passarela do Samba. O total dos resíduos do desfile deste domingo (01/05) na Intendente Magalhães e da limpeza final do Sambódromo ainda estão sendo contabilizados. O esquema especial do Carnaval 2022 na Marquês de Sapucaí e na estrada da Zona Norte envolveu um total de 4.494 garis em todos os serviços.

Os trabalhos de limpeza no Sambódromo até sábado, inclusive da apuração das notas na terça-feira (26/04), somaram 250,5 t nas áreas internas e externas, incluindo pré-limpeza, serviços diurno e noturno. Já os resíduos coletados nos desfiles na Intendente Magalhães até sábado somaram 92 toneladas.

Para o Desfile das Campeãs (30/04) no Sambódromo, a Comlurb atuou com 667 garis. Em apoio aos trabalhos, foram utilizados 25 caminhões compactadores e cinco basculantes, além de 12 mini varredeiras, 20 sopradores e quatro pipas d ‘água. A lavagem da pista de desfile é feita com água de reuso. A Companhia colocou 1.045 contêineres de 240 litros no interior da Passarela do Samba e 200 na Intendente, onde na sexta-feira (29/04) e no sábado (30/04) foram 50 garis por dia fazendo a limpeza noturna e 65 garis nos trabalhos diurnos. No local, foram utilizados duas mini varredeiras, duas pipas d´água, três caminhões compactadores e três basculantes.

Assistência Social

A Secretaria Municipal de Assistência Social atendeu, orientou e identificou 5.236 crianças e adolescentes com suas famílias, no Sambódromo, no Terreirão e na Intendente Magalhães nos dias de desfiles. Enquanto as equipes de abordagem social da SMAS atenderam 3.479 pessoas em situação de rua nas áreas do Carnaval e nas zonas Norte e Sul, sendo que 247 pessoas foram acolhidas, entre elas três idosos e uma criança. Esse total de atendimentos de população em situação de rua, em sete dias de Carnaval, é 57% maior do que o realizado nessas áreas do Centro e da Zona Norte em todo o mês de março.

No Sambódromo, a SMAS atua em parceria com o Grupamento de Ronda Escolar da Guarda Municipal e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, no programa “Folia Legal”. As equipes realizaram campanha de orientação e conscientização sobre violações aos direitos das crianças e dos adolescentes, como no caso de consumo de álcool e trabalho infantil, entre outros.

Também com o CMDCA, funcionários da Assistência Social distribuíram 5.130 folders e ventarolas da campanha de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, no Sambódromo, no Terreirão e na Intendente Magalhães. E a Assistência Social, pela primeira vez, pisou na Sapucaí com samba no pé: meninos dos 13 aos 17 anos da Unidade de Reinserção Social Paulo Freire exibiram faixas de 10m no desfile dos blocos mirins, de conscientização sobre o tema. Enquanto na Intendente Magalhães, acolhidos e funcionários da URS Haroldo Costa, na Taquara, que abriga adultos, desfilaram na ala Operários da Folia – Sonho do Meu Barracão, da escola de samba Renascer, na madrugada do dia 30/04.

No Carnaval, as equipes da SMAS somaram 520 profissionais – assistentes sociais, educadores sociais, psicólogos e pedagogos – atuando no Sambódromo, na Intendente Magalhães e no Terreirão do Samba, e em seus entornos. Além disso, foram quatro tendas de atendimento e uma na Central do Brasil, para crianças, adolescentes e idosos perdidos e, também, para população em situação de rua.

Procon Carioca

O Procon Carioca realizou ação de fiscalização no comércio em funcionamento ao longo do Sambódromo, na primeira noite de desfile do Grupo Especial (22/04), quando os agentes do fizeram 15 inspeções. Em 13 lojas não foram constatadas irregularidades. Em duas lojas foram encontradas infrações à norma consumerista, resultando em duas notificações expedidas. Uma por falta do certificado do Corpo de Bombeiros (loja Botequim do Samba) e outra (loja GSH) por ausência de preço e não atendimento às demandas dos consumidores, por ausência de funcionário (caixa) para receber o pagamento dos clientes. Além da ação de fiscalização, os agentes ficaram à disposição dos consumidores para o registro de denúncias e reclamações. Foram registradas e formalizadas duas denúncias.

O Procon Carioca também esteve com equipes (20 e 25/04) na área de embarque dos aeroportos Santos Dumont e Internacional Tom Jobim, realizando atendimento ao público durante o Carnaval. Houve um total de 19 atendimentos. Na segunda-feira (25/04), foram registradas reclamações em relação aos serviços da GOL Linhas Aéreas e da Aerolíneas Argentinas, motivando o Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor a notificar as duas empresa a prestar esclarecimentos.

Intendente Magalhães – Programação (1/5)

Grupo B (a partir de 18h)

1- Chatuba de Mesquita

2- Unidos do Cabuçu

3- Unidos de Lucas

4- Vizinha Faladeira

5- Unidos de São Cristóvão

6- Imperadores Rubro-Negros

7- Siri de Ramos

8- Acadêmicos do Engenho da Rainha

9- Flor da Mina do Andaraí

10- Feitiço do Rio

Grupo C  

1- União do Vilar Carioca

2- Mocidade do Porto

3- Boi da Ilha do Governador

  • 1 de maio de 2022
  • Skip to content