Banca de jornal abandonada é removida no Bosque Marapendi

Publicado em 13/10/2021 - 11:17 | Atualizado
A banca de jornal estava abandonada há mais de 10 anos - Prefeitura do Rio

A Subprefeitura da Barra removeu a banca de jornal abandonada que incomodava os moradores do Bosque Marapendi por mais de 10 anos. O equipamento tinha sido instalado irregularmente, sem o critério mínimo de uso da calçada, nas margens da Avenida  Prefeito Dulcídio Cardoso, na altura do número 1.600.

O serviço de remoção contou com o trabalho da Secretaria de Ordem Pública (Seop), da Coordenadoria de Controle Urbano, da Guarda Municipal e da Secretaria de Conservação, com o apoio da Light.

Segundo os moradores, o dono da banca faleceu e desde então, ela estava fechada, dependendo de um suposto inventário. A partir daí, o espaço virou um verdadeiro painel de propaganda, além de atrapalhar a vida dos pedestres. A banca acumulou ao longo desses anos registros de assaltos e agressões, além de impedir a locomoção de cadeirantes e carrinhos de bebê, e obstruir a visão dos veículos que saíam da garagem do Edifício Costa Blanca.

 

–  Vários subprefeitos não conseguiram tirar esse “trambolho” da nossa calçada, e agora o Raphael Lima conseguiu. Muito obrigada, todos os moradores do entorno do Bosque agradecem. Não tínhamos por onde passar, era perigoso e revoltante ter que passar pela rua – comemorou a síndica do Costa Blanca, Madalena Rodrigues, que há muito tempo vinha lutando por essa remoção ao lado do presidente da Associação Bosque Marapendi (ABM), Afonso Chaves.

  • 13 de outubro de 2021