Ação fecha festa clandestina, em Botafogo, e 25 estabelecimentos em 24h de fiscalização para cumprimento das medidas restritivas

Publicado em 21/03/2021 - 13:59 | Atualizado em 21/03/2021 - 14:14
A festa contava com cerca de 150 pessoas e show de pagode - Prefeitura do Rio

Em nove dias de fiscalizações das medidas impostas pela Prefeitura pelo decreto 48.604, foram registradas 9.230 autuações, com 305 estabelecimentos fechados e 429 multas a bares, restaurantes e ambulantes. Apenas entre a manhã deste sábado (20/03) e domingo (21/03), foram registradas 804 autuações – entre multas e interdições a estabelecimentos, utilização de máscaras, aglomerações, infrações de trânsito, reboques, encerramento de feiras, apreensões de mercadorias de ambulantes – com 25 casas comerciais fechadas e 91 multas aplicadas a bares, restaurantes e ambulantes. As fiscalizações foram realizadas pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), juntamente com a Guarda Municipal, Instituto de Vigilância Sanitária e o apoio da Polícia Militar

Na madrugada deste domingo, a Prefeitura fechou uma festa clandestina na rua Mundo Novo, em Botafogo. A Seop detectou o evento através de sua área de inteligência e enviou uma equipe para o local por volta de 1h da manhã. A festa contava com cerca de 150 pessoas, show de pagode e transfer da praia de Botafogo até a casa que abrigava o evento.

A Guarda Municipal atuou em diversos pontos da cidade, como Copacabana, Botafogo, Laranjeiras, Tijuca, praias da Bica e Engenhoca, na Ilha do Governador; Leblon, São Cristóvão, Freguesia, Barra de Guaratiba, Baixo Gávea, Joá, entre outros pontos do Rio. Foram escolhidos locais que apresentavam altos índices de aglomeração e também com base nas denúncias de cidadãos na Central 1746 da Prefeitura do Rio.