CGM-Rio traça plano de ações para solucionar fragilidades dos serviços de transporte público de ônibus do Rio

Publicado em 02/04/2019 - 16:43 | Atualizado em 22/11/2019 - 21:47
  • Início/
  • /
  • CGM-Rio traça plano de ações para solucionar fragilidades dos serviços de transporte público de ônibus do Rio

A Auditora-Geral da CGM-Rio, Maria da Penha Coutinho Veiga, se reuniu com representantes da ONG Observatório Social do Brasil – Rio de Janeiro (OBS-Rio), da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) e da Subsecretaria da Pessoa com Deficiência (SUBPD) para definir o plano de ações que pretendem solucionar as fragilidades dos serviços de transporte público de ônibus na cidade do Rio. Os problemas foram apontados pela Avaliação da Qualidade de Serviços de Transportes de Passageiros por Ônibus na Cidade do RJ – um trabalho conjunto da Auditoria Geral da Controladoria Geral do Município do Rio de Janeiro com a sociedade civil utilizando a técnica do “Cliente Oculto”. O relatório está publicado no site da CGM-Rio (clique aqui para ler).

Esta parceria da CGM-Rio com a sociedade civil, representada pelo OBS-Rio, foi certificada no dia 19 de fevereiro de 2019 pelo Prêmio Melhores Práticas – Edição 2018, concedido pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro – TCE-RJ.

A conquista foi viabilizada pela Resolução CGM nº1.205/2015, que estabeleceu a utilização da Técnica “Cliente Oculto”, a qual consiste na experimentação e avaliação simultâneas de um produto, serviço, conduta ou comportamento, que:

1 – Considera avaliação por parte de uma pessoa treinada e com perfil semelhante ao de um usuário dos produtos e serviços da organização, agindo de forma incógnita; e

2 – Permite serem convidados membros da sociedade civil para auxiliarem nos trabalhos como “Cliente Oculto”.

Categoria:

  • 2 de abril de 2019