Prefeitura inaugura mais um abrigo para população em situação de rua

Publicado em 07/08/2020 - 18:44 | Atualizado
Com capacidade total para 76 pessoas, a nova unidade será exclusivamente para o acolhimento de mulheres. Foto: Divulgação/Prefeitura

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH), inaugurou mais um Centro Provisório de Acolhimento (CPA) destinado exclusivamente a mulheres em situação de rua. A nova unidade fica na Rua Haddock Lobo, na Tijuca, e conta com capacidade total de 76 vagas. Este é o quinto CPA aberto pela Prefeitura durante a pandemia da Covid-19.

O CPA V foi instalado num imóvel onde funcionava um hotel e, no momento, já tem em suas dependências 31 mulheres, que estão sendo acomodadas em quartos com no máximo quatro pessoas. Ao chegar à unidade, as usuárias passam por todos os procedimentos preventivos para evitar o contágio pela Covid-19. Além disso, recebem orientações sobre distanciamento social, uso de máscara e rotinas de higiene pessoal. As acolhidas também recebem cinco refeições diárias e dispõem na unidade de área de lazer e convivência (respeitando .

Os CPAs foram abertos com o objetivo de ampliar a capacidade da rede de acolhimento da Prefeitura para aumentar a proteção à população em situação de rua, evitando o contágio pela Covid-19. Os CPAs I, II e III, no Sambódromo, foram os primeiros a serem abertos e já contabilizaram mais de dois mil acolhimentos, desde 10 de março até o momento. O CPA IV, na Lapa, foi inaugurado no final de junho, sendo destinado exclusivamente ao público LGBT+ em situação de vulnerabilidade.