Parceria do Fluminense e SMASDH leva alegria às crianças dos abrigos

Publicado em 17/07/2019 - 17:04 | Atualizado em 17/07/2019 - 17:07

Parceiros que dão certo em prol da solidariedade.

O Fluminense Football Club, em parceria com a 7ª CASDH, entregou 500 produtos para crianças de 0 a 3 anos de idade das Unidades de Reinserção Social (URS), além de crianças das Famílias Acolhedoras. A entrega foi feita no URS Frida Kahlo, no Méier, e distribuída para as demais unidades. Os produtos formam 100 Kits Baby.

Amanda Storck, gerente de Responsabilidade Social do Fluminense, conta que a parceria com a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos teve início quando os jogadores começaram a treinar no novo Centro de Treinamento (CT), nos arredores da Cidade de Deus, perto da Comunidade do Karatê.

“Nós procuramos a Coordenadoria da 7ª CASDH para poder trabalhar com a comunidade do local. Percebemos que poderíamos ampliar o trabalho e ajudar muito mais gente, não só no território, além da Cidade de Deus, todo o município, em parceria com a prefeitura” — conta Amanda.

A gerente disse ainda que a parceria é somente uma parte do que o clube tem realizado com a SMASDH, bem como, segundo ela, “o Fluminense Social entende que ele tem um papel importante na sociedade. E por ser um time de todos, que é a nossa campanha deste ano, queremos participar e ajudar a todos” — afirma Amanda, a informar que os kits foram entregues com mamadeiras, copos, chupetas, porta-chupetas e saboneteiras.

Joelma Ferreira, Coordenadora da 7ª CASDH, considera que foi muito boa a parceria firmada entre a Coordenadoria e o Clube, assim como estender a cooperação para todo o município. “Quando nós iniciamos a parceria, e percebemos que havia possibilidade de se estender por nossas unidades, não perdemos tempo. Ofertamos os kits para todos os nossos abrigos de bebês, além da Família Acolhedora. Agora, estão aqui recebendo. O importante é andarmos de mãos dadas, todos juntos, para todos”.

Regina Lage, coordenadora do Programa Família Acolhedora, falou da importância de lembrar dos pais que acolhem com amor em suas casas os jovens e adolescentes que necessitam de atenção e apoio. “O programa Família Acolhedora já existe há quase 20 anos no município do Rio de Janeiro. Hoje, nós temos 114 crianças e adolescentes acolhidos. É um gesto de carinho. Todas as doações tem a logotipo do Fluminense. Estão alegres e acredito que o carinho da doação vai animar as crianças” — conclui Regina.