Mais de três mil pessoas assistidas em abrigos do município estão de volta ao mercado de trabalho

Publicado em 06/12/2022 - 07:00 | Atualizado em 05/12/2022 - 15:53
Auxiliar de serviços gerais em prédio do Rio foi assistido em abrigo municipal - Hermann Zimmerle / Prefeitura do Rio

Um balanço feito pela Secretaria Municipal de Assistência Social mostra que, neste ano, 3.518 pessoas em situação de rua acolhidas pelo órgão conquistaram espaço no mercado de trabalho. Mesmo com a crise econômica mundial e a pandemia, 1.228 delas conseguiram ter a carteira assinada, e 2.290 passaram a gerar renda própria em atividades informais.

Entre janeiro e novembro, a secretaria abriu 520 oportunidades de capacitação profissional para aprimoramento ou qualificação, com possibilidades de inserção no mercado de trabalho. Outras 699 pessoas participaram de ações em parceria com a sociedade civil, voltadas ao empreendedorismo, passando a gerar renda e resgatando a dignidade.

Entre as atividades que têm levado sustento a cidadãos estão as feiras que ocorrem em espaços como os jardins da Prefeitura do Rio, onde semanalmente são disponibilizados 450 estandes para pessoas em processo de reinserção social venderem seus produtos. Artesãos também podem expor em locais como Rio Comprido, Ipanema e Rua do Lavradio, no Centro.

Até  20 de novembro, a secretaria fez 94.912 atendimentos à população que estava nas ruas, com 62.641 encaminhamentos (para questões de saúde e profissionais, por exemplo) e 16.775 acolhimentos institucionais. A rede pública e conveniada da secretaria tem 2.864 vagas em 55 unidades.

  • 6 de dezembro de 2022
  • Skip to content