Jovens de abrigo municipal ganham passeio a museu que guarda grande acervo de geologia e paleontologia 

Publicado em 20/10/2021 - 07:00 | Atualizado em 19/10/2021 - 20:02
museuReprodução

Doze adolescentes de 13 a 17 anos, do abrigo Casa Viva Del Castilho, farão uma visita nesta quarta-feira (20/10) ao Museu de Ciências da Terra, na Urca, para conhecer um dos mais ricos acervos de geologia e paleontologia da América Latina. O grupo inaugura uma nova programação da Secretaria de Assistência Social que, além de promover o passeio, firmará uma parceria com o espaço para que mais crianças, adolescentes e adultos abrigados na rede municipal possam conhecer o local.

A iniciativa faz parte de uma política municipal de difusão da cultura e da ciência entre os acolhidos pela secretaria. Desde agosto, adultos assistidos pela rede da Assistência estão tendo a oportunidade de visitar o Planetário do Rio.
Há dez dias, parte do acervo do Museu de Ciências da Terra foi apresentado a adolescentes da Casa Viva Del Castilho, dentro de uma programação que inclui visita a locais, especialmente os frequentados por população vulnerável. Os jovens gostaram tanto da oportunidade que pediram para conhecer o espaço.

A equipe do museu também pretende continuar levando parte do acervo a outros abrigos da Prefeitura, onde vivem pessoas com dificuldade de deslocamento.

  • 20 de outubro de 2021