Encontro discute benefícios e riscos da formação precoce esportiva

Publicado em 18/04/2019 - 15:56 | Atualizado em 18/04/2019 - 15:57

No dia 15, aconteceu o encontro “Entrando em Campo Com as Categorias de Base do Futebol do Rio de Janeiro”, na sede do Tribunal Regional do Trabalho, sob a coordenação do Acordo de Cooperação para o Combate ao Trabalho Infantil. A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) é um dos órgãos signatários do grupo.

Advogados, psicólogos, magistrados e especialistas no esporte com objetivo de discutir direitos das crianças e adolescentes, que integram as categorias de base do futebol carioca, estiveram presentes ao evento.

Foram discutidos os benefícios e riscos da formação precoce esportiva, os desafios para o exercício da prática ao direito fundamental ao esporte, a mídia como aliada no enfrentamento às violações nas categorias de base do futebol.

O coordenador do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil na SMASDH, Deildo Jacinto dos Santos, disse que o evento é um avanço no debate do trabalho infantil.

“Mas ainda há muito que se refletir e se propor no que se refere à proteção da criança e do adolescente neste seguimento” — afirma.

O encontro definiu com parceiros do acordo de Cooperação sistematizando propostas para as questões levantadas durante as exposições que irão ser desenvolvidas nos grupos de trabalho para tratar da erradicação do trabalho infantil e de proteção ao trabalhador adolescente.