Consea-Rio encerra Semana de Alimentação Carioca com veganismo na Uerj

Publicado em 05/11/2019 - 17:33 | Atualizado

A Semana de Alimentação Carioca (SAC) 2019 encerrou suas atividades com um evento bastante especial na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), no bairro do Maracanã, Zona Norte da cidade.

A SAC é promovida há dez anos pelo Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), do município do Rio de Janeiro, em parceria com a Rede de Alimentação Carioca.

O Consea realizou uma Roda de Conversa com dinâmicas sobre insegurança alimentar com a presidente do Consea-Rio, Suzana Padrão, o agricultor Francisco Caldeira, e a escritora do livro “Isto Não é Apenas Um Livro de Receitas”, Juliana Tangari, que levaram conteúdo de qualidade aos presentes. Juliana lançou o livro durante a SAC. A obra tem em sua maior parte receitas vegetarianas e mostra diversas formas de reaproveitamento integral de alimentos.

A Roda também contou com a presença da assistente social da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH), Márcia Ribeiro, que falou sobre refugiados e as especificidades de alimentação e a sua representatividade cultural em nossa cidade.

Degustações promovidas por agricultores e alunos do curso de nutrição da UERJ com receitas veganas, apresentação de filmes sobre agricultura e agroecologia, apresentação do Fórum Brasileiro de Segurança e Soberania Alimentar, exposição do mapa da cultura alimentar de cada região retratando as especificidades regionais, além de uma apresentação de artistas circenses e capoeira encantaram quem passava pelo local. No encerramento foi oferecido pelos agricultores um café agroecológico.

Para a presidente do Consea-Rio, Susana Padrão, a SAC deste ano foi muito enriquecedora, pois as atividades se espalharam por toda a cidade. “Este evento, com a potência que foi realizado, significa resistir e lutar pelo reconhecimento da agricultura e dos agricultores na cidade e por políticas de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) e pelo Direito Humano a Alimentação Adequada (DHAA)” — conta.

Ela diz ainda que é nesse contexto que o Consea-Rio tem atuado e tentado estabelecer parcerias que deem visibilidade para a falta de acesso aos alimentos, que gera insegurança alimentar.  “A importância de apoiar políticas que contribuam para a SAN, como o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e a agricultura urbana. Nesse sentido, apoiar o Consea nos parece fundamental”.

  • 5 de novembro de 2019