Casa Tia Doca comemora 4 anos do Conselho dos Direitos da Mulher

Publicado em 17/07/2019 - 21:36 | Atualizado

O Conselho dos Direitos da Mulher (CODIM) completou quatro anos e, para comemorar essa data especial, a Casa Tia Doca, em Madureira, organizou uma festa com a presença de diversas representantes de órgãos públicos e instituições que lutam pelos direitos das mulheres.

Esteve presente ao evento a promotora de Justiça e representante do projeto “Vamos Mulherar”, Carla Araújo; a defensora pública do Núcleo Especial dos Direitos das Mulheres (NUDEM), Márcia Fernandes, e a coordenadora do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM) Chiquinha Gonzaga, Rosângela Gomes.

Foram debatidos durante a roda de conversa os principais casos de violação aos direitos da mulher, a importância da Lei Maria da Penha, e dos espaços públicos que acolhem as mulheres vítimas de violência.

Para a promotora Carla Araújo é de grande importância as rodas de conversas espalhadas pelas regiões do Rio, porque aproxima a mulher do Estado, oferece o apoio necessário e estrutura à mulher violentada, além de ajudar outras que passam pela mesma situação.

“Hoje comemoramos o aniversário do CODIM, que é uma conquista da mulher. Eu fiquei muito horada em participar dessa roda de conversa com tantas mulheres que carregam histórias plurais de luta e resistência” – afirma a promotora.

Ao final do evento, o Coral Pastorinhas Tia Doca realizou uma apresentação que encantou e contagiou a todos, com músicas que marcaram a história da mulher na luta por seus direitos.

  • 17 de julho de 2019