Assistência Social com o Ministério da Saúde na Campanha “Usar camisinha é uma responsa de todos”

Publicado em 08/02/2020 - 20:12 | Atualizado em 08/02/2020 - 20:32
Foto: Wanderson Cruz / Prefeitura do Rio

O Centro Municipal de Cidadania Rinaldo De Lamare, administrado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH), na Rocinha, Zona Sul do Rio de Janeiro foi o local escolhido pelo Ministério da Saúde para o lançamento oficial da campanha nacional de prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

Na manhã de hoje (8), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Tia Ju e a secretária de Saúde do município do Rio de Janeiro, Beatriz Busch, se reuniram com jovens e lideranças comunitárias para conversar sobre a importância do uso da camisinha durante as relações sexuais.

Com o slogan “Usar camisinha é uma responsa de todos”, a campanha do Ministério da Saúde tem como objetivo mobilizar os jovens com idade entre 15 e 29 anos para uma mudança de comportamento, reforçando o uso do preservativo para evitar doenças como sífilis, herpes genital, gonorreia, HPV e o HIV/Aids, todas transmitidas pelo contato sexual.

Em 2020, o Ministério da Saúde vai distribuir 570 milhões de camisinhas em todo o Brasil, número 12% maior do que em 2019. Somente no Carnaval serão distribuídos 128,6 milhões de preservativos e géis lubrificantes para proteger os foliões contra as ISTs.

Foto: Wanderson Cruz / Prefeitura do Rio     

O ministro Luiz Henrique Mandetta falou sobre um mito que faz com que muitos pensem não ser um problema contrair o HIV. “Isto é um problema. Converse sobre com seus amigos, procure se informar. Não embarque nessa de que que ter HIV não tem problema e basta apenas tomar um remédio. A gente ainda sonha com uma vacina, mas hoje contamos com remédio e controle direto. Se vacilar com o controle o adoecimento é grave”, conclui. No encontro, os jovens foram convocados para difundir a necessidade do uso do preservativo. Tia Ju falou sobre a campanha. “A Rocinha é uma comunidade emblemática, bastante populosa e que produz muito para a sociedade. Eu cumprimento todos os jovens e fico muito feliz quando vejo a juventude na plateia pela força que vocês tem de transmitir e reproduzir informações. Sei que vão sair daqui e fazer isso lá na ponta. Eu tenho certeza”, afirma.

Foto: Wanderson Cruz / Prefeitura do Rio
Foto: Wanderson Cruz / Prefeitura do Rio
Foto: Wanderson Cruz / Prefeitura do Rio
  • 8 de fevereiro de 2020