Comlurb apresenta caminhões de coleta de lixo 100% elétricos e faz do Rio cidade pioneira no Ocidente

Publicado em 25/09/2019 - 16:10 | Atualizado em 26/09/2019 - 10:25
Os nove primeiros caminhões totalmente elétricos da frota de coleta de lixo da Comlurb vão tornar o serviço mais seguro e muito menos barulhento. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do RioOs nove primeiros caminhões totalmente elétricos da frota de coleta de lixo da Comlurb vão tornar o serviço mais seguro e muito menos barulhento. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

Os primeiros nove caminhões de coleta de lixo 100% elétricos da Comlurb foram entregues à população nesta quarta-feira. A frota torna o Rio de Janeiro a primeira cidade do mundo, fora da China, a contar com esse tipo de veículo ambientalmente sustentável.

– O Rio está dando um passo à frente na preservação do meio ambiente. É o primeiro passo de uma longa estrada que vai trazer mais saúde para o nosso povo – destacou o prefeito Marcelo Crivella, durante a cerimônia de entrega dos caminhões, no Parque Radical, em Deodoro, onde houve em seguida o lançamento do plantio de mudas da Floresta dos Atletas, realização de compromisso firmado perante o mundo na Olimpíada de 2016.

Os nove caminhões (oito em operação e um reserva) são montados em chassis movidos 100% a eletricidade, com ruído zero em deslocamento e 0% de emissão de gases de efeito estufa.

– São várias vantagens desse tipo de caminhão. Os veículos elétricos geram muito menos barulho e fazem a coleta noturna mais silenciosa, sem incomodar as pessoas. E eles gastam menos também em combustível, já que o custo da energia para recarregá-los é um quarto do custo do diesel. Os nossos garis deixam de respirar os gases do escapamento, quando estão trabalhando ali na parte de trás do veículo. E para o motorista, é mais conforto: a cabine é refrigerada, é tudo eletrônico, a caixa (de câmbio) é automatizada. O motorista vai estar sempre com as duas mãos ao volante, o que gera mais segurança no trabalho – descreveu o presidente da Comlurb, Paulo Mangueira.

Uma das vantagens dos caminhões elétricos da Comlurb: garis não precisam respirar o gás que sai do escapamento quando trabalham na parte traseira do veículo. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
Uma das vantagens dos caminhões elétricos da Comlurb: garis não precisam respirar o gás que sai do escapamento quando trabalham na parte traseira do veículo. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
Para o motorista, cabine refrigerada e tudo automatizado, o que o faz manter as duas mãos no volante e aumenta a segurança no serviço de coleta de lixo. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
Para o motorista, cabine refrigerada e tudo automatizado, o que o faz manter as duas mãos no volante e aumenta a segurança no serviço de coleta de lixo. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

Stella Li, vice-presidente da BYD Motors, empresa chinesa que fabricou os caminhões, elogiou o pioneirismo da Prefeitura do Rio.

– O mundo inteiro busca soluções inovadoras para fazer projetos como esse virar realidade. É a primeira cidade do Ocidente a ter frota operando com veículos elétricos na coleta de resíduos. Isso certamente vai reduzir a emissão de poluentes e de ruídos, melhorar a qualidade de vida dos cidadãos e colocar o Rio nesse patamar de liderança ambiental e de visibilidade que sempre teve – afirmou a executiva chinesa, ao discursar em inglês.

O dia em que o violino superou o barulho do motor

A violinista Lara Salustiano nem tinha notado que o caminhão perto dela estava com o motor ligado. Foto: Cintia Ladeira / Prefeitura do Rio
A violinista Lara Salustiano nem tinha notado que o caminhão perto dela estava com o motor ligado. Foto: Cintia Ladeira / Prefeitura do Rio

Durante a apresentação da frota elétrica, a violinista e professora de música Lara Salustiano, paulista de Bauru, que mora no Rio desde 2012, foi convidada a tocar com o seu instrumento o clássico da MPB Carinhoso, canção do compositor Pixinguinha, com letra de Braguinha. Ela estava ao lado de um caminhão ligado. E ficou impressionada por não ouvir qualquer ruído.

– Comecei a tocar o violino e nem percebi que o caminhão estava ligado. Foi uma experiência incrível. Foi a primeira vez em que o som do violino superou o motor – comentou Lara.

Com capacidade de armazenamento de 15 metros cúbicos, os veículos foram testados antes de entrar em operação. Outro grande diferencial são os freios regenerativos, o que significa que, quando estão em declive, suas rodas geram automaticamente energia para a bateria.

Investimento em veículo elétrico vai continuar

Em até seis meses deverão ser entregues mais seis caminhões e, até o fim de 2020, outros cinco, totalizando 20 veículos 100% elétricos na frota de coleta da Comlurb, o que equivale a cerca de 10% do total.

Os veículos são movidos a bateria, com vida útil estimada de até 30 anos. As baterias serão recarregadas diariamente nas sedes das empresas contratadas para o serviço e têm autonomia de 200 km, o equivalente a cerca de oito horas em operação, em condições normais de trânsito.

A transmissão automatizada de quatro marchas reduz a fadiga e o estresse do condutor, devido à ausência do pedal de embreagem e da alavanca de câmbio. Com a transmissão automatizada, o motorista pode manter as duas mãos no volante e ter atenção total na operação do veículo.

Em junho do ano passado, a Comlurb havia lançado os três primeiros veículos tipo furgão 100% elétricos para a coleta de resíduos biológicos em hospitais e clínicas da rede municipal de saúde. A chegada da nova frota é mais uma demonstração da preocupação da companhia em melhorar o serviço prestado à população e aumentar sua contribuição para o meio ambiente.

http://noticias.prefeitura.rio/meio-ambiente/comlurb-nas-alturas-nova-frota-de-veiculos-triplicara-podas-a-ate-24-metros-do-chao/

http://noticias.prefeitura.rio/comlurb/rio-de-janeiro-se-destaca-na-gestao-do-lixo-e-e-melhor-capital-brasileira-no-indice-de-sustentabilidade-urbana-2019/

http://noticias.prefeitura.rio/comlurb/comlurb-poe-em-operacao-novos-veiculos-e-equipamentos-para-limpeza-urbana-em-100-locais-da-cidade/