Município anuncia preparação para o Carnaval, que promete bater recordes e receber 2 milhões de turistas

Publicado em 12/02/2020 - 13:40 | Atualizado em 12/02/2020 - 15:08
Município divulga programação para o Carnaval 2020 - Foto: Alexandre Macieira / RioturMunicípio divulga programação para o Carnaval 2020 - Foto: Alexandre Macieira / Riotur

Turismo em alta, reforma do Sambódromo, calendário estendido para 50 dias de folia, investimento nos desfiles da Estrada Intendente Magalhães, incremento da estrutura médica e modernização do sistema de registro para os blocos de rua. Essa é a preparação da Prefeitura do Rio para o Carnaval 2020, anunciada ontem em coletiva na Cidade das Artes, com a presença do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, do presidente da Riotur, Marcelo Alves, e do secretário de Envelhecimento Saúdavel, Qualidade de Vida e Eventos, Felipe Michel.  A projeção é que a rede hoteleira carioca tenha 100% dos leitos ocupados durante o evento. Dados atuais da Hotéis Rio apontam ocupação média de 82,5%, um aumento de 4,5 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano passado.

– Vamos fazer, acima de tudo, um Carnaval de paz para a gente poder se divertir e ser legal – declarou o prefeito Marcelo Crivella, ressaltando que o samba “é uma coisa nossa e vamos honrar nossas tradições”. – Investimos nos desfiles na (Estrada) Intendente Magalhães, há a presença da Comlurb, da RioLuz, da Guarda Municipal, além dos desfiles e dos blocos. Isso tudo é aplaudido e faz parte da nossa alma.

Para garantir a diversão dos 7 milhões de foliões, sendo 2 milhões de turistas esperados para curtir a maratona carnavalesca, a cidade promoverá uma agenda ativa durante os dias de folia. A programação conta com 441 cortejos de blocos; seis dias de desfile de escolas de samba na Marquês de Sapucaí; cinco dias de desfiles de escolas de samba e blocos de enredo na Estrada Intendente Magalhães; 76 bailes populares, incluindo o tradicional Baile da Cinelândia; oito dias de show no Terreirão do Samba, além dos concursos oficiais, como o do folião original e o de banda, blocos de embalo e enredo na Avenida Chile.

– Nossa expectativa é que, para este período de Carnaval, a cidade receba 2 milhões de turistas. Os visitantes vão movimentar pelo menos R$ 4 bilhões na cidade. Ano passado foram R$ 3,7 bilhões. Ou seja, vamos continuar batendo recordes e fazendo o Carnaval mais bonito e seguro do planeta – afirmou Marcelo Alves, presidente da Riotur.

BLOCOS DE RUA

O Carnaval de 2020 ganhou 50 dias de folia, tendo início no dia 12 de janeiro com a final do concurso do Rei Momo na praia de Copacabana, na estrutura ainda montada do palco principal do Réveillon, e um show do Bloco da Favorita. Ao todo, o Carnaval de Rua de 2020 vai contar com 441 desfiles até o dia oficial de encerramento do carnaval carioca, 1º de março, mesma data em que a cidade completa 455 anos. Foram 731 pedidos, 543 cadastros realizados em um sistema completamente online, com 441 cadastros efetivados. Todo esse processo dos blocos foi feito pela internet, não havendo necessidade de comparecimento dos representantes dos blocos em qualquer um dos órgãos municipais envolvidos na festa durante todo o processo, desde a inscrição até a efetivação do cadastro para o cortejo do bloco. Isto é, praticidade e organização foram as palavras de ordem para este carnaval.

Para este carnaval, a Riotur insistiu em algumas medidas que já haviam sido tomadas e cujos resultados foram positivos: o diálogo com as associações de moradores; a retirada dos desfiles de blocos do interior dos bairros, melhorando a mobilidade daqueles que não participam da festa; o cercamento reforçado dos canteiros, restingas e de 17 monumentos no trajeto dos blocos; a concentração dos megablocos na Avenida Presidente Antônio Carlos, no Centro do Rio, região que possui bom escape para as equipes de resgate e segurança e não é uma área residencial. O local tem grande estrutura para atender blocos que recebem até 1 milhão de pessoas. Em 2020, são sete os cortejos com esse perfil.

Obras de reforma do Sambódromo passam por vistoria

As novidades para este ano foram a presença efetiva do Ministério Público no processo acompanhando a dinâmica da operação por conta da criação de um Protocolo de Intenções visando o ordenamento e melhoria no planejamento do carnaval de rua.
Outro destaque para o Carnaval de Rua Rio 2020 é o aumento de seis para oito postos médicos, com 5 localidades para atender os foliões durante os Blocos de Rua, sendo quatro deles operados pela Secretaria Municipal de Saúde. A iniciativa visa ampliar a abrangência com serviço em todas as regiões da cidade. Além disso, 32.536 mil posições de banheiros foram distribuídas nos trajetos dos desfiles para atender aos foliões, de acordo com o número de público e localidade informado por cada bloco no ato de inscrição.

Lista de postos médicos:
CENTRO: Praça Ana Amélia | Largo da Carioca
ZONA SUL: Praça Nossa Senhora da Paz | Praça do Lido | Aterro do Flamengo
RECREIO: Av. Lucio Costa com Rua Prof Souza Leão
BARRA: Praça São Perpétuo (Praça Duó)
MADUREIRA: Parque Madureira

SAMBÓDROMO

A Passarela do Samba, que recebe por seis dias os desfiles do Maior Show da Terra, e um total de 43 agremiações entre as escolas de samba do Grupo Especial, da Série A e das Escolas Mirins, reúne cerca de 500 mil pessoas. Agora, o espaço está completamente remodelado, melhorando a experiência do público que está ali para apreciar o espetáculo que é transmitido para todos os estados do Brasil e para mais de 100 países.

Em três meses de trabalho, o Sambódromo passou por uma importante reforma, visando atender às exigências do Corpo de Bombeiros e do Ministério Público por meio de um cronograma cumprido pela Riotur, administradora do equipamento. Ao lado da RioUrbe e Rioluz, o equipamento passou pela maior reforma da história, com cerca de 200 funcionários das três empresas públicas envolvidos no processo para deixar o ambiente pronto para receber o carnaval de 2020.

Um investimento de R$ 8,1 milhões foi feito pelo Ministério do Turismo para efetuar as intervenções. Foram 36 mil metros quadrados de arquibancadas pintadas e reparadas, 1500 degraus intermediários foram instalados para melhorar a mobilidade e a segurança dos espectadores, 89 painéis elétricos trocados, 500 lâmpadas substituídas nos refletores e instalação de placas de sinalização de incêndio e pânico.

Vale lembrar que durante os desfiles das escolas de samba, uma grande operação com os órgãos públicos da Prefeitura do Rio é montada. E, para os seis dias de desfiles, cerca de R$ 16 milhões são investidos para coordenar esta operação.

NÚMEROS DA OBRA

● 1500 degraus;
● 89 painéis elétricos;
● 36 mil metros quadrados de arquibancadas pintadas e reparadas;
● 500 lâmpadas substituídas;
● Cerca de 200 funcionários da Riourbe, Rioluz e da Riotur envolvidos na obra.

DESFILES NA ESTRADA INTENDENTE MAGALHÃES

A Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, recebe cinco dias de desfiles das escolas do grupo de acesso do carnaval. O Carnaval do Povo, aberto ao público sem cobrança de ingressos, recebeu, para 2020, um repasse da Prefeitura do Rio no valor de R$ 3 milhões para as seis agremiações filiadas oficialmente à LIESB. São cerca de 50 desfiles na região entre escolas de samba e blocos de enredo que atraem anualmente 200 mil pessoas às arquibancadas do local.

Em 2018, parte da verba captada junto à iniciativa privada foi destinada à melhoria da estrutura dos desfiles da Estrada Intendente Magalhães, como iluminação e sonorização do evento, gradeamento alto na área de concentração, ampliação da área destinada às baterias, reposicionamento das cabines de julgamento, aumento dos números de carros de reboque e poda das árvores da região.

TERREIRÃO DO SAMBA

O Terreirão do Samba, na Praça XI, será reaberto com shows de grandes artistas durante o Carnaval Rio 2020. A programação é repleta durante oito dias, tendo dois shows em cada noite. O evento será realizado sempre com um show à meia-noite e outro às 2h30. Além das atrações principais, uma apresentação da bateria do Mestre Odilon e uma roda de samba completam a programação a cada noite, com abertura dos portões às 19h e ingressos a preços populares, no valor de R$ 20.

A agenda é composta por Alcione e Péricles (21/2); Mumuzinho e Belo (22/2); Suel e Ferrugem (23/2); Revelação e Sorriso Maroto (24/2); Clareou e Leci Brandão (25/2); Bom Gosto e RDN (26/2); Legado e Matheuzinho (28/2); Dilsinho e Leandro Sapucaí (29/2).

Vale lembrar que o espaço estava sob responsabilidade da Secretaria de Cultura e, em 3 de outubro de 2019, voltou para a administração da Riotur. Para o Carnaval, uma seleção pública garantiu a operação do local para uma empresa privada mantendo uma programação ativa no período. Após o carnaval será dada continuidade ao projeto de transformação do Terreirão do Samba em um centro cultural destinado ao samba com investimento da iniciativa privada.

CONCURSOS OFICIAIS E BLOCOS DE EMBALO

O Carnaval do Rio não está apenas nos desfiles do Sambódromo e nos blocos de rua. A tradição desse marco cultural do Rio também está representada nos concursos promovidos pela Riotur. No dia 12 de janeiro de 2020, a Corte Real do Carnaval foi eleita, pela primeira vez, em um grande evento na praia da Copacabana, no mesmo palco do Réveillon. O Rei Momo 1º e Único Djeferson Mendes, a Rainha Camila Aparecida da Silva e as princesas Deisiane Jesus e Cinthia Aparecida de Oliveira representam oficialmente o Carnaval deste ano e receberam a chave da cidade, dando início à folia. Já o Concurso de Coretos, criado em 1972, é um incentivo ao carnaval nos bairros, mobilizando os moradores a usarem a criatividade e a animação em diversas regiões da cidade.

A Riotur ainda promove o Concurso de Folião Original, que acontece entre o domingo e a terça-feira de carnaval no palco montado na Praça Floriano, na Cinelândia, Centro do Rio. Já são mais de 40 anos de história do evento com inscrições gratuitas e premiação dos foliões nas categorias Fantasia individual infantil e adulto, Fantasia de Grupos e Fantasia de Clóvis, que se subdivide em bexiga e sombrinha. Paralelamente ao concurso, desde 1990, a Riotur promove também o Baile da Cinelândia, um dos mais tradicionais eventos do Carnaval de rua da cidade. Cerca de 60 mil pessoas participam dos cinco dias de festas todos os anos. Além deste, mais de 70 bailes animam o carnaval dos bairros da cidade reunindo milhares de foliões.

O Centro do Rio recebe também os Blocos de Embalo e Blocos de Enredo do Grupo I que desfilam na Avenida Chile a partir do sábado de carnaval (22/2) até a terça-feira (25/2), referenciando o carnaval nos moldes antigos. Há ainda apresentações de grupos de frevo e blocos afro, totalizando mais de 40 cortejos ao longo dos 300 metros da avenida em quatro dias de festa que reúnem, historicamente, mais de 40 mil pessoas.

O RIO É A CIDADE NÚMERO UM

A pluralidade do carnaval carioca é um dos motivos para a escolha da cidade como destino número um para a folia. Segundo pesquisas de diversas plataformas de viagens divulgadas no mês de janeiro, o Rio de Janeiro, que por voto popular, foi eleito a melhor cidade do Brasil no prêmio “O Melhor de Viagem e Turismo”, da revista Viagem e Turismo, da Editora Abril, é o destino preferido de turistas estrangeiros e nacionais.

Um levantamento feito pelo Kayak, plataforma mundial de planejamento de viagens, mostrou que o Rio de Janeiro lidera o ranking de destinos brasileiros mais procurados para o Carnaval. O domínio da cidade também foi confirmado pelo Voopter, aplicativo brasileiro de comparação de passagens aéreas. Pelo aplicativo, a cidade carioca apareceu em primeiro lugar como destino nacional mais buscado para o Carnaval 2020. Salvador, Recife, São Paulo e Belo Horizonte completaram a lista das cinco cidades mais procuradas.

A plataforma Airbnb ratifica o enorme sucesso do Rio para receber turistas. Entre os dias 22 e 26 de fevereiro, os bairros mais procurados em todo o Brasil são da da cidade do Rio de Janeiro: Copacabana, Ipanema, Leblon, Barra da Tijuca e Botafogo.

TURISMO EM ALTA NO RIO

Depois de receber 1,7 milhão de turistas no Réveillon Rio 2020, sendo 80% de origem nacional e 20% estrangeiros, a cidade do Rio de Janeiro espera receber cerca de 2 milhões de turistas durante o período de Carnaval Rio 2020.

Na última previsão divulgada pela Hotéis Rio, no dia 11 de fevereiro, a média de ocupação da cidade para o período de 22 a 25 de fevereiro já está em 82,5%, registrando um aumento de 4,5 pontos percentuais com relação ao mesmo período do ano passado. Os hotéis da Barra da Tijuca e São Conrado registram 84% de ocupação, seguidos de Ipanema e Leblon com 80%, Leme e Copacabana com 78%, Botafogo e Flamengo com 89% e o Centro do Rio chegando a 83%.

O levantamento ainda destaca que 80% dos hóspedes são nacionais e 20% estrangeiros. Entre os visitantes do Brasil, São Paulo aparece na frente, seguido de Minas Gerais, Espírito Santo e Distrito Federal. Já entre os estrangeiros, aos argentinos estão em primeiro lugar, com norte-americanos, italianos e franceses na sequência.

Além dos hotéis, os hostels também registram grande movimentação na hospedagem da cidade nesta época do ano. A Rio Host, entidade que representa os estabelecimentos cama e café e albergues da cidade, registra que as unidades estão com 84% de ocupação para o Carnaval e a previsão é chegar à 100%.

Os turistas chegam ao Rio também pelo mar e o Píer Mauá registrou o maior número de transatlânticos internacionais dos últimos 20 anos na temporada 2019/2020, oito deles só em fevereiro, com uma projeção de US$ 30 milhões injetados na economia neste mês. O número de navios aumentou em 10 e a previsão de turistas no embarque, desembarque e trânsito passou de 380 mil para 425 mil em 2020, o que representa um aumento de 12% em relação à temporada anterior.

De outubro de 2019 até abril de 2020 serão, no total, 112 atracações, 37 navios, sendo 27 internacionais e 10 nacionais. Na última temporada (2018/2019) o Píer Mauá recebeu 100 atracações, com a média de 380 mil turistas, entre passageiros e tripulantes. Esta temporada registrou um aumento de 12 atracações, e o número de navios internacionais também aumentou passando de 19 para 27.

CARTÕES-POSTAIS

Grande cartão-postal do Rio de Janeiro e do Brasil, o Trem do Corcovado recebeu – só em janeiro de 2020 – cerca de 9% a mais de pessoas que no mesmo período de 2019. Até novembro de 2019 mais de 1,6 milhão de visitantes estiveram aos pés da estátua do Cristo Redentor. A previsão para o Carnaval Rio 2020 é que o número de visitantes tenha um aumento de 15% em relação aos dias de folia do ano passado.

O Pão de Açúcar recebeu, em 2019, 8% a mais de visitantes que em 2018. No período do pré-carnaval de 2020, o atrativo já conta com um movimento 3% maior que no carnaval passado. Só em janeiro de 2020 foram mais de 160 mil visitantes para conhecer o ponto turístico.

A mais nova atração turística da cidade também já revela a vocação do Rio em receber turistas. A Rio Star, maior roda-gigante da América Latina, inaugurada na região do Porto Maravilha, já recebeu mais de 170 mil visitantes no primeiro mês de operação. Na mesma região, o AquaRio registrou mais de 3,4 milhões de visitantes desde sua inauguração, no fim de 2016. Em 2019, cerca de 1 milhão de pessoas passaram pelo circuito de visitação do aquário da Cidade Maravilhosa.

Os centros culturais e museus também são grandes atrativos, o Museu de Arte do Rio, por exemplo, registrou um público total de mais de 3 milhões de visitantes desde sua inauguração até janeiro de 2020. Em 2019, 654 mil pessoas estiveram no MAR. Já o Centro Cultural Banco do Brasil recebeu 2,6 milhões de visitantes na temporada passada, e, apenas em janeiro de 2020, o CCBB RJ recebeu 577 mil visitantes. O Museu do Amanhã também entra nos destaques, e, também em janeiro 2020, mais de 100 mil pessoas visitaram o atrativo, que em 2019 recebeu cerca de 800 mil pessoas, 9% a mais que em 2018.

Obras da maior reforma já feita no Sambódromo passam por vistoria em sua reta final