Número de foliões chega perto de 6,4 milhões e cidade ainda terá mais desfiles até o fim de semana

Publicado em 26/02/2020 - 11:52 | Atualizado em 27/02/2020 - 09:29
Os blocos ainda lotam ruas do Rio, com segurança. Foto: Fernando Maia/ Riotur
A Quarta-feira de Cinzas (26/02) chegou mas o Carnaval continua no Rio de Janeiro. Um balanço parcial realizado às 10 horas desta quarta revela que quase 6,4 milhões de pessoas já participaram da festa este ano na cidade.  O Centro de Operações da Prefeitura do Rio voltou para Estágio de Normalidade às 5h45 desta quarta-feira (26/02) após a liberação de vias no entorno do Sambódromo. Até o dia 1° de março, no entanto, o COR contará com Comitê de Operação de Carnaval, que integra os órgãos envolvidos na folia.
Riotur: Quarta-feira de Cinzas tem previsão de nove desfiles
Quase 6,4 milhões de foliões já passaram pelo Carnaval do Rio de Janeiro e a festa segue nesta Quarta-feira de Cinzas (26/02) com outros nove desfiles. De acordo com dados da Riotur, ao longo desta terça-feira (25/02), mais de 1,7 milhão de pessoas se divertiram nos desfiles que movimentaram toda a cidade. Os que reuniram o maior número de foliões foram Fervo da Lud (1 milhão), Orquestra Voadora (330 mil), Banda de Ipanema (95 mil) e  Vagalume O Verde (80 mil).
A alegria e a irreverência marcam o Carnaval do Rio pelos quatro cantos da cidade. Foto: Sabrina Mesquita/ Riotur

Comlurb: 554,1 toneladas  de resíduos removidos até terça-feira 
A Comlurb removeu até terça-feira de Carnaval (25/02) da área interna do Sambódromo 186,1 toneladas de lixo, sendo 175,4 toneladas de lixo orgânico e 10,6 de recicláveis. Já na parte externa  e entorno, foram recolhidas 57,4 toneladas. Somadas, são 243,5 toneladas.
Os blocos de terça-feira somaram 33,4 toneladas, com destaque para Orquestra Voadora (6,4 toneladas) e o Fervo da Lud (5,5 toneladas). Com isso, o acumulado de blocos até terça-feira alcança 108,1 toneladas de lixo.  Nas ruas do entorno da Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, foram removidas 41,9 toneladas de resíduos. Na pista de desfiles totalizou 30,9 toneladas.
A Comlurb está realizando ainda a limpeza de bailes populares em diversos bairros da cidade, como o Desfile da República do Chile, Dias da Cruz, Carnaval Cacuia, Carnaval Cocota e Largo do Bicão, que até terça-feira somaram 129,7 toneladas de lixo.
As equipes do Lixo Zero voltaram às ruas ontem.  Foram emitidas até terça-feira, 866 infrações, sendo 807 por urinar em local impróprio, no valor de R$ 607,54, e 59 por descarte irregular de pequenos resíduos, no valor de R$ 221,75, desde o pré-Carnaval.
Equipes da Comlurb vão continuar com a operação especial de limpeza nos próximos dias até o encerramento total das festas de Carnaval.
Saúde: mais de 2 mil atendimentos nos postos médicos do Sambódromo e dos blocos 
Durante as cinco noites de desfiles na Marquês de Sapucaí  (duas da Série A, duas do Grupo Especial e uma das escolas mirins), os sete postos médicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) no local atenderam 1.437 pessoas. Na noite desta terça-feira (25/02), quando a Passarela do Samba era da criançada, foram 62 atendimentos. Os postos abrirão novamente no Sábado das Campeãs (29/02) e um deles funcionará hoje, durante a apuração.
Com grande capacidade de dar solução aos casos, os postos pré-hospitalares da SMS evitam que os pacientes do Carnaval sobrecarreguem a rede hospitalar e que o atendimento regular seja impactado. Das quase 1,5 mil pessoas assistidas no Sambódromo, apenas 68 casos mais complexos precisaram ser transferidos para hospitais da rede.
A SMS tem também quatro postos médicos nos dois principais circuitos de blocos da cidade, com maior concentração de público: Centro e Zona Sul. Quatro postos operados pela Riotur completam o esquema de atendimento da Prefeitura em outros bairros. Desde o início do Carnaval de rua, ainda em janeiro, estes postos da SMS já acumulam 677 atendimentos, com 56 remoções. Na terça-feira de Carnaval, foram 169 atendimentos, com 42 transferências. Os pontos continuam funcionando até o último bloco de rua.
Educação: 2 mil alunos da Rede Municipal de Ensino do Rio desfilam em  escola mirim
Dois mil alunos de escolas da Rede Municipal de Ensino do Rio desfilam terça-feira na Marquês de Sapucaí. A escola de samba mirim Corações Unidos do Ciep, um projeto da Secretaria Municipal de Educação, permite que os estudantes das unidades da capital vivenciem o mundo do Carnaval. O enredo apresentado este ano foi em homenagem ao circo.
Assistência Social: equipes realizaram 5.247 abordagens e distribuíram 1.879 pulseiras de identificação
Equipes da Assistência Social e Direitos Humanos fizeram 5.247 abordagens para distribuição de material informativo e 1.879 pulseiras de identificação para crianças e adolescentes acompanhados dos pais até a madrugada desta quarta-feira (26/02). O Espaço de Proteção de Crianças e Adolescentes recebeu crianças de 2 a 11 anos e 11 meses, em situações que violam seus direitos durante todos os dias de Carnaval e volta a funcionar no sábado (29/02), das 18h às 6h, na 1ª Coordenadoria de Assistência Social e Direitos, localizada na Praça Onze.
Seop: 1.785 veículos removidos nos cinco dias de folia
A Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), removeu 1.785 veículos por estacionamento irregular em toda a cidade, de sexta (21/02) a terça-feira (25/02). Destes, 598 foram em áreas de passagem de blocos carnavalescos e entorno do Sambódromo. O órgão multou ainda outros 117 veículos.
A Operação Carnaval da Seop conta com 40 reboques atuando em pontos estratégicos e no atendimento a demandas da Central 1746.
Informações sobre veículos removidos: http://www.rio.rj.gov.br/web/seop/exibeconteudo?id=6840042.
Fazenda: mais de 4 mil itens apreendidos desde o início do Carnaval
A Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano, da Secretaria Municipal de Fazenda, realizou operação de ordenamento em diversos blocos de Carnaval nesta terça-feira (25/02). A Coordenadoria de Controle Urbano (CCU) apreendeu uma credencial de promotores de venda não cadastrados pela Dream Factory no bloco Fervo da Lud. As ações também resultaram na apreensão de 772 itens em situação irregular, como bebidas diversas, maços de cigarro, botijões de gás, adereços de Carnaval, isopores e carrinhos, além de 60 quilos de alimentos perecíveis. Desde o início do Carnaval, a CCU apreendeu 4.082 itens como botijões de gás e bebidas alcoólicas comercializadas em garrafas de vidro, item proibido por lei nos blocos. O balanço geral também registrou a apreensão de 668 quilos de alimentos perecíveis e 16 credenciais utilizadas por promotores de venda não cadastrados.
A Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização (CLF) atuou nos principais blocos do Centro, Zona Oeste, Zona Norte e Zona Sul do Rio. A coordenadoria teve como foco a fiscalização de publicidade não autorizada e o marketing de emboscada, que ocorre quando empresas fazem ações promocionais sem autorização valendo-se das aglomerações dos blocos. Foram identificadas publicidades e ações promocionais irregulares nos blocos Vagalume O Verde, Cachorro Cansado, Teimosos do Maracanã, Mocidade Dependente de Deus, Fervo da Lud e Cheiro na Testa. Os fiscais de atividades econômicas também atuaram no Sambódromo verificando Alvarás de Autorização Transitória de Camarote e estabelecimentos comerciais durante o desfile das escolas.
Vigilância Sanitária: em cinco dias, 306 inspeções na área do Sambódromo 
Em cinco dias de atuação, a Operação Carnaval da Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses da Prefeitura do Rio realizou 306 inspeções na área do Sambódromo, com 45 infrações aplicadas, quase metade delas por falta de licença sanitária e de comprovante de curso de capacitação em manipulação de alimentos. No comparativo com o mesmo período do ano passado, o número de vistorias foi cerca de 20% menor, mesmo percentual em relação a multas. O que mudou foram as irregularidades. No ranking das infrações, quase metade (20) foi por problemas relativos à regularização: três por falta do curso de manipulador de alimentos oferecido pelo próprio órgão, quatro por falta de licenciamento de ambulâncias e 13 por ausência de licença sanitária, documento que no Carnaval de 2019, por conta da implantação do Código Sanitário do Município, não foi exigido.

Além das fiscalizações, a Vigilância manteve no Setor 7 um estande para ações educativas. Em interação direta com o público, técnicos da Superintendência de Educação do órgão distribuíram mais de quatro mil folhetos com dicas básicas que ajudam a prevenir riscos. No espaço funcionou também o plantão da Ouvidoria para atendimento de denúncias exclusivas do Sambódromo, e um totem com os principais serviços digitais da Prefeitura do Rio, como o Taxi.Rio e o Sisbicho, de microchipagem e cadastro no Registro Geral de Animais. O estande volta a operar no próximo sábado, 1º de março, dia do Desfile das Campeãs, com todas as frentes, inclusive, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde que em três dias – sábado, domingo e segunda – vacinou contra o sarampo 568 pessoas, entre trabalhadores e foliões de 15 a 59 anos.

Guarda Municipal: Núcleo de Videopatrulhamento realizou 75 ações preventivas
A Guarda Municipal do Rio atuou em 14 ocorrências com a prisão de 13 suspeitos de furto, lesão corporal, tráfico de drogas, além de casos de desacato, desobediência, injúria racial e de auxílio à vítima de assalto desde sexta-feira, dia 21, durante a Operação Carnaval na cidade. Do total de ocorrências, oito aconteceram em blocos e no entorno do Sambódromo.
O Núcleo de Videopatrulhamento realizou 75 ações preventivas de controle de delitos por meio do monitoramento das câmeras da prefeitura, no Centro de Operações Rio. Ao todo, foram feitos 64 acompanhamentos de pessoas suspeitas de praticar furtos na orla da Zona Sul. O suporte deste serviço de segurança resultou na prisão de três homens efetuada pelo Grupamento Especial de Praia e Marítimo da Zona Sul na sexta-feira  (21/02).
Os guardas municipais atuaram também em ações de fiscalização de trânsito e também nos pontos de bloqueio montados pela CET-Rio para o Carnaval no Sambódromo e nos blocos que desfilaram em diversos bairros de todas as regiões da cidade. A fiscalização de trânsito resultou na aplicação de 2.714 multas por diversas infrações, entre elas o estacionamento irregular na calçada ou em local proibido. Além disso, o Serviço de Videofiscalização registrou, por meio de câmeras, 324 infrações de trânsito nos quatro pontos monitorados da cidade (Aeroporto Internacional Tom Jobim, Rodoviária Novo Rio, Largo do Machado e Autoestrada Engenheiro Fernando Mac Dowell).
Uma equipe com dez motociclistas do Grupamento Especial de Trânsito fez a escolta diária dos carros alegóricos de 32 escolas de samba de quinta-feira (20/02) até terça-feira (25/02), incluindo as escolas mirins. Os motociclistas acompanharam o deslocamento das alegorias no percurso entre a Cidade do Samba e a Marquês de Sapucaí. Durante o trajeto, diversas ocorrências foram registradas pelos agentes, como alegorias que quebraram no meio do caminho e carros com dimensões maiores do que os postes e as placas suspensas das vias, bloco não autorizado atrapalhando o percurso, além da chuva que atingiu a cidade. Mesmo com as intercorrências, todos os carros foram escoltados sem nenhum acidente.
As ações da Guarda Municipal são integradas com diversos órgãos da Prefeitura do Rio, como a Coordenadoria de Controle Urbano, Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques e a Comlurb, por meio do programa Lixo Zero.  As equipes também trabalham em conjunto com a Polícia Militar no esquema de barreiras de segurança montadas em grandes blocos para impedir o acesso de itens proibidos, como garrafas de vidro, fogos de artifício, artefatos explosivos, bandeiras, carrinhos de alimentos, entre outros.
Eventos: 162 blocos não autorizados foram contabilizados
A Secretaria de Eventos atuou em todos os blocos, megablocos, palcos de Carnaval de rua, além do Sambódromo e da Intendente Magalhães, sendo responsável pela integração dos órgãos municipais e estaduais envolvidos na Operação de Carnaval.
Além disso, um representante da secretaria fez parte do Comitê Operacional de Carnaval montado na sala de crise do COR. Era lá que as principais decisões eram tomadas, pois os integrantes acompanhavam em tempo real as imagens dos blocos, transmitidas através das câmeras da CET-Rio, do mochilink e de dois drones.
A Operação de Carnaval foi considerada um sucesso, pois não houve qualquer incidente grave. As barreiras de segurança instaladas nos megablocos do Centro funcionaram como o previsto, impedindo a entrada de ambulantes não autorizados, garrafas de vidro e outros objetos proibidos. Elas continuarão sendo usadas nos próximos megablocos, que acontecerão neste fim de semana.
A Secretaria de Eventos acompanhou todos os blocos não autorizados que desfilaram pela cidade, fazendo registros e levantando os dados dos organizadores. Do dia 21 até o dia 25 de fevereiro, foram contabilizados 162. Os responsáveis serão multados de acordo com a quantidade de lixo recolhida pela Comlurb.
CET-Rio: sete blocos nesta quarta-feira contam com apoio da Companhia
A CET-Rio continua operando nesta Quarta-feira de Cinzas (26/02) com 160 homens, 50 viaturas e 45 motocicletas. Além disso, 20 painéis de mensagens informam as condições de trânsito. No Sambódromo, todos os bloqueios foram liberados até às 2h da madrugada. Estão previstos sete blocos de Carnaval para esta quarta-feira, incluindo o Planta na Mente, na Lapa. Todos terão apoio da Companhia com interdições e desvios no trânsito.
Na Rodoviária Novo Rio, em função do maior movimento esperado para esta manhã, a CET-Rio contou com efetivo reforçado. Não foram registradas retenções significativas. Na Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, o desfile realizado na noite de terça-feira (25/02) transcorreu sem retenções em função do bloqueio da via.
COR: retorno ao Estágio de  Normalidade
O Centro de Operações da Prefeitura do Rio voltou para Estágio de Normalidade às 5h45 desta quarta-feira (26/02) após a liberação de vias no entorno do Sambódromo. A cidade estava em ESTÁGIO DE MOBILIZAÇÃO desde as 8h30 de sábado, dia 22 de fevereiro de 2020. Nesta quarta-feira ainda há previsão de passagem de alguns blocos de Carnaval pelas vias do município. Até o dia 1° de março, o COR contará com Comitê de Operação de Carnaval, que integra os órgãos envolvidos na folia.
PREVISÃO DO TEMPO: de acordo com o Sistema Alerta Rio, nesta quarta-feira (26/02), a aproximação de uma frente fria irá influenciar o tempo na cidade do Rio de Janeiro. O céu estará parcialmente nublado a nublado com previsão de pancadas de chuva isoladas, de intensidade moderada a forte e com raios. Os ventos estarão moderados a fortes e as temperaturas se manterão estáveis em relação ao dia anterior, com máxima prevista de 38°C.