Equipes da Prefeitura do Rio permanecem atuando nas ruas da cidade após chuvas do fim de semana

Publicado em 03/03/2020 - 19:57 | Atualizado em 04/03/2020 - 14:11
Equipe da Conservação atua em rua da Zona Oeste. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio

Equipes da Prefeitura do Rio continuam atuando para que a cidade volte à normalidade após as fortes chuvas do último fim de semana. A Comlurb está entre os órgãos que permanecem atuando nas zonas Norte e Oeste, as mais afetadas pelos temporais. Entre outras ações, a companhia já limpou 3.543 caixas de ralo e removeu 2.119 toneladas de resíduos diversos das ruas. Já a Defesa Civil, desde as 20h30m de sábado (29/02), recebeu 654 chamados por meio dos telefones 199 e 1746. E a Seop conseguiu resgatar 49 carros que foram arrastados pela água.

À seguir, a atuação das equipes do município nesta terça-feira:

Ocorrências relacionadas à chuva

Até as 17h50m desta terça-feira (03/03), a Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, subordinada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), havia realizado 132 interdições em imóveis afetados pelas fortes chuvas do fim de semana. Destas, 25 foram no Jardim América, na área onde ocorreu desabamento de imóveis por volta das 6h desta terça. No local, a Defesa Civil municipal identificou a necessidade de uma demolição, realizada à tarde, devido ao risco de queda da edificação.

Desde as 20h30m de sábado (29/02), a Defesa Civil já recebeu 654 chamados por meio dos telefones 199 e 1746, sendo os principais por desabamento de estrutura, ameaça de desabamento de estrutura, deslizamento de barreiras e encostas e imóveis com rachadura e infiltração. Técnicos do órgão atuam desde a madrugada de domingo (01/03) no atendimento das ocorrências. Os bairros com mais chamados são: Realengo (108), Taquara (56), Campo Grande (40), Bangu (33), Deodoro (22) e Tijuca (21).

Atuação da Defesa Civil no Jardim América Equipes estiveram no local onde três imóveis desabaram (de dois e três andares). Um deles (de dois andares) já estava interditado por apresentar risco estrutural e encontrava-se desocupado. Os agentes isolaram preventivamente a área e vistoriaram imóveis vizinhos. A ação contou com o apoio da Subsecretaria de Operações (Subop) da Seop, que redirecionou seus esforços para o atendimento a demandas relacionadas às chuvas, da Subsecretaria de Conservação, da Secretaria de Assistência Social e da Comlurb.

Carro arrastado pelas águas é retirado por equipe da Seop. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio

Em outra frente, dentro de ação integrada com a Defesa Civil e a Comlurb, a Coordenadoria de Fiscalização e Reboques (Cfer), da Seop, já retirou, desde domingo, 49 automóveis arrastados pelas águas, principalmente em Realengo, Bangu e Taquara, na Zona Oeste. Carros atolados, amontoados ou encontrados em rios estão sendo realocados pelas equipes para pontos seguros, liberando as vias. Uma retroescavadeira da Comlurb é usada na operação.

Recomendações em caso de chuva

  • Acompanhe noticiários em rádio, TV e internet, além das redes sociais do Centro de Operações e da Defesa Civil
  • Cadastre seu telefone no sistema de SMS enviando o CEP da sua residência para o número 40199. Cadastre mais de um CEP, o procedimento é o mesmo
  • Caso perceba alguma alteração estrutural na edificação em que estiver, entre em contato com a Defesa Civil pelo telefone 199 e siga as orientações recebidas
  • Dica: atente para o volume do lixo acumulado. Em dia de recolhimento, certifique-se de que os sacos de lixo não correm risco de serem arrastados pela chuva

Município em Estágio de Atenção

Às 19h, a cidade do Rio permanecia em Estágio de Atenção, iniciado às 8h45m desta terça-feira. A medida foi tomada devido à redução dos acumulados de chuva nas últimas horas e por não haver previsão de chuva forte para esta terça. A cidade estava em Estágio de Alerta desde 0h20 de domingo (01/03).

Atuação das equipes

– Bolsões de água 
Av. Eng. Souza Filho – Itanhangá ( entre Muzema e Rio das Pedras );
Estr. do Rio Morto – Vargem Grande;
Antônio Pereira da Silva 705 – Praia da Brisa;
Via Serviente Quatro – Vargem Grande;
R. Tamboara 430 – Guaratiba;
Estr. Rio Pequeno 1549 – Jacarepaguá;
R. Barão de Cocais – Jardim Maravilha – Guaratiba;
Rua Tefé – Guaratiba;
R. Projetada 3 20 – Santa Cruz;
R. Manoel Prestelo e região – BATATA -Realengo;
Estr. do Rio Grande – Alt. R. Caviana- Taquara

– Queda de árvore
Estr. do Pau-Ferro 690 – Freguesia

– Deslizamentos
Rua Alm. Melquíades de Souza, 358 – Tanque
Estrada dos Caboclos, 2000 – Campo Grande
Estrada Cap. Campos – Alt. Estr. de Furnas – Alt. da Boa Vista

Onde houve maior registro de chuva desde domingo

Entre meia-noite de domingo e 8h de segunda-feira choveu mais da metade da média para o mês de março em toda a cidade. Em Santa Cruz, choveu quase o equivalente ao mês todo em apenas 32 horas, acumulado de 154,6mm, quando a média na estação é de 155,3mm para o mês de março (99,5%).

Previsão do Tempo

Até o fim desta terça-feira, o tempo continua instável na cidade do Rio devido à formação de um sistema de baixa pressão no oceano, em conjunto com um canal de umidade que atua sobre a região Sudeste. A previsão é de chuva fraca a moderada de forma isolada até o fim do dia.

Equipe da Comlurb recolhe detritos em Bangu. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio

Comlurb

Até as 17h, a Companhia contabilizou 266 ocorrências, a grande maioria relacionada a bolsões d’água. E um grande contingente permanece realizando o serviço de remoção e raspagem de lama e terra nas ruas da Taquara, na localidade do Barata, em Realengo, no Jardim Maravilha, em Guaratiba, e na comunidade do Muquiço, entre Deodoro e Guadalupe. Em todas as ações, até agora, já foram desobstruídas 3.543 caixas de ralo, realizada raspagem de lama e terra em 32.610 m2 e removidas 2.119 toneladas de resíduos diversos.

Houve o registro de 23 quedas de árvore e um grande galho na cidade, todos já solucionados. O efetivo total da operação especial chuvas conta com 3.951 garis e 419 agentes de limpeza urbana trabalhando nesta terça-feira, com apoio de 188 caminhões, 14 pás carregadeiras e três minipás.

Nas ruas da Taquara, entre domingo e segunda, foram recolhidas 281,3 toneladas de resíduos, em média com 150 garis e apoio de duas pás carregadeiras e 18 caminhões basculantes. Na comunidade do Barata, de domingo até esta terça, 215 garis, usando 10 pás e 72 veículos, removeram 659,2 toneladas de detritos. Na Zona Norte, o ponto mais crítico é na Comunidade do Muquiço, onde as equipes da

Comlurb estão atuando desde domingo. Já foram retiradas 243,8 toneladas de resíduos. As equipes atuam ainda em Jardim Maravilha, em Bangu e na comunidade da Carobinha, na Zona Oeste.

Equipe retira lama de rua em Rio das Pedras. Foto: Divulgação / Prefeitura do Rio

Conservação

A subsecretaria de Conservação opera desde segunda-feira com 250 profissionais de todas as 23 gerências para eliminar os bolsões d’água e limpar bueiros, ralos e galerias.Ao longo da semana, todos os bairros atingidos pelas chuvas vão continuar na programação e recebendo os trabalhos necessários para melhorar o escoamento nas vias.

Serviços atendidos pelas equipes da Conservação nesta terça-feira

Desobstrução de Galerias de Águas Pluviais (GAP), limpeza manual de valas, ralos, canaletas, bueiros, eliminação de bolsões d’água e alagamentos- Av Alfredo Baltazar da Silveira – Barra da Tijuca

– Avenida Engenheiro Souza Filho – Rio das Pedras
– Barão Bom Retiro, 1684 – Vila Isabel
– Estrada do Itanhangá, 2222 – Itanhangá
– Rua Itália Fausta – Itanhangá
– Estrada Piaí e vias do entorno – Sepetiba
– Avenida Brasil, altura da Escola de Samba Mocidade Independente – Padre Miguel
– Estrada da Água Branca – Padre Miguel

– Avenida Engenheiro Souza Filho e ruas adjacentes – Muzema

Recomposição de Pista devido a trecho com afundamento:

Rua Barão, 207 – Praça Seca/Jacarepaguá

Assistência Social

– Na Carobinha

A Secretaria de Assistência Social atuou em dois pontos de apoio: Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) Marcos Altino (domingo) e Escola Municipal Professor Fábio César Pacífico (segunda e hoje). No total, 210 famílias foram atendidas, com preenchimento de fichas de cadastro e realização de orientações sociais. Do público total, 25 famílias informaram que estão desalojadas. Até o momento, foram distribuídas 60 cestas básicas para as famílias cadastradas.

– No Jardim América

Ao todo, 25 famílias receberam auxílio (23 estão desalojadas). Cerca de 71 pessoas foram afetadas pelo desabamento das casas na localidade. Duas famílias permanecem em domicilio mesmo interditado.
Desde domingo, a Secretaria atendeu 1.343 famílias, sendo 283 desalojadas e 10 desabrigadas. Foram entregues 270 cestas básicas e 100 colchões/colchonetes, entre outros produtos.

Atuação da Rio-Águas

Rio Acari
Desde o início do ano, a Rio-Águas atua com trabalhos preventivos de limpeza e desassoreamento. Foram retirados aproximadamente 135 caminhões de material assoreado de dentro do rio, com auxílio de equipamentos. Já foram executados trechos no Parque Colúmbia e, no momento, as máquinas atuam em Fazenda Botafogo.

Rios Piraquara e Catarino
As equipes da Rio-Águas trabalham na desobstrução dos rios Piraquara, em Magalhães Bastos, e Catarino, em Realengo, para melhorar o escoamento das águas da chuva na região.

Rio dos Cachorros
Os serviços de limpeza ocorrem também na travessia do Rio dos Cachorros, em Jardim América, na altura da Avenida Presidente Dutra.

Rios Grande e Pequeno
Em Jacarepaguá, os trabalhos de desassoreamento continuam nos rios Pequeno e Grande, no bairro da Taquara, nos trechos da Estrada do Meringuava e da Avenida dos Mananciais.

Canal Sernambetiba
A Rio-Águas segue atuando na desobstrução de parte do Canal Sernambetiba.

Rio Piaí e canais em Santa Cruz
Em Sepetiba, o Rio Piaí recebe limpeza e canais da Comunidade Lote 14, em Santa Cruz, estão sendo desobstruídos.  Foram iniciados serviços no Rio do Ponto, nesta terça.

Jardim Maravilha
Desde o ano passado, a Fundação Rio-Águas está realizando serviços de desassoreamento nos afluentes do Rio Cabuçu-Piraquê e em canais de comunidades próximas. Os trabalhos beneficiam 3,2 km de canais, entre a Avenida Campo Mourão e a Avenida D. João VI. A previsão de conclusão dos serviços é até maio deste ano.
Esta semana, os trabalhos ganham reforço com uma draga flutuante que também atuará na desobstrução do Rio Cabuçu-Piraquê, intensificando os trabalhos de limpeza no principal curso d’água na região.
Foram retomados serviços de limpeza no Canal José Sena, no trecho da Avenida São José dos Campos com a Avenida Barão dos Cocais.
Os alagamentos no Jardim Maravilha são um problema antigo e esta administração foi a única que enfrentou, de fato, o problema. Cabe ressaltar que o loteamento encontra-se em cota baixa, na mancha de inundação do Rio Cabuçu-Piraquê.

Coleta de doações

Os equipamentos da rede de cultura da Prefeitura estão recebendo doações de alimentos não-perecíveis, água-mineral e roupas que serão doados para as famílias.

CET-Rio

A CET-Rio acompanha a atuação das equipes da Prefeitura e, sempre que necessário, faz bloqueios em vias alagadas ou onde há risco de deslizamento de terra ou queda de árvores. Os reboques da companhia estão apoiando a retirada de carros que ficaram presos na lama após as chuvas.

Medidas contra enchentes são anunciadas no Centro de Operações Rio