Coronavírus: três hotéis já estão prontos para abrigar e proteger idosos de comunidades

Publicado em 26/03/2020 - 07:25 | Atualizado em 26/03/2020 - 07:28
Os quartos foram preparados para receber idosos de comunidades - Marcos de Paula/Prefeitura do Rio

prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, visitou as instalações de um dos hotéis que receberão idosos de comunidades com muita aglomeração. Acompanhado da secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Tia Ju, ele destacou que o objetivo desta iniciativa é abrigar e proteger pessoas que não estão contaminadas pelo Covid-19, mas são do grupo de risco da doença. 

– Isso é chamado no mundo de isolamento vertical. É tratar as pessoas que têm mais risco, que são idosos que estão saudáveis, mas tiveram comorbidades no passado. Recebem refeição no quarto com visita do médico e do enfermeiro, mas sem acesso à rua e à família – disse o prefeito, que fez um apelo aos idosos – disse o prefeito.

– Vamos pedir a eles que, por gentileza, deem exemplo à sociedade, de sacrifício e renúncia. Os quartos têm ar condicionado, bom banheiro, televisão e internet para se comunicar com a família. Mas é preciso entender que eles vão ficar acolhidos num isolamento social para a própria proteção – completou. 

Três hotéis já estão disponíveis para receber os idosos. Serão hospedadas inicialmente 300 pessoas nessas unidades, localizadas na Barra da Tijuca, em Jacarepaguá e na Gamboa.  

A Prefeitura está em contato com outros hotéis, para chegar ao total de dez e abrigar mil idosos. Essas pessoas estão sendo selecionadas e convidadas a se hospedar. 

A Prefeitura quer fazer parceria com 10 hotéis para ter a capacidade de abrigar mil idosos – Prefeitura do Rio

 

Município recebe cestas básicas que serão distribuídas para a população prejudicada economicamente

 

Coronavírus: Veja aqui as medidas adotadas pela Prefeitura nesta quarta-feira para conter a pandemia na cidade