Vigilância Sanitária inspeciona serviços de saúde em pontos de folia

Publicado em 09/02/2020 - 15:04 | Atualizado
Vigilância inspeciona estrutura de atendimento médico montada para o bloco da Claudia Leite | Foto: Divulgação

A Coordenação de Saúde da Subsecretaria de Vigilância Sanitária da Prefeitura do Rio inspecionou, na manhã deste domingo, dia 9, toda a estrutura de atendimento médico montada para o bloco da Claudia Leite, que sai da Avenida Primeiro de Março, no Centro.  Os técnicos vistoriaram as condições de equipamentos, medicamentos e outros itens nos dois pontos: um na Praça Ana Amelia, com um posto e cinco ambulâncias, e o outro no Largo da Carioca, com um posto e quatro ambulâncias. A única irregularidade foi a ausência de licença para uma das ambulâncias. De resto, todos de acordo com as normas higiênico-sanitárias.

 

Neste sábado, 8, os técnicos conferiram os serviços de saúde oferecidos para os foliões da Banda de Ipanema, e também sem alterações. As vistorias fazem parte do roteiro de ações prévias do planejamento operacional elaborado pela Vigilância Sanitária para o Carnaval 2020. Iniciada em 8 de janeiro, a operação especial segue até 15 de fevereiro. Além das inspeções, há uma série de atividades educativas, como a capacitação de ambulantes, tatuadores, maquiadores e outros profissionais que vão trabalhar no Sambódromo e entorno.

 

– Essas prévias têm sido fundamentais para reduzirmos os riscos à saúde. Desde 2017, quando assumimos à Vigilância, investimos cada vez mais em capacitações, registrando a cada ano uma diminuição nas irregularidades – destaca Flávio Graça, superintendente de Educação da Vigilância que nesses três anos qualificou mais de 55 mil profissionais em toda a cidade, com um aumento de mais de 1000% em relação aos três últimos anos da gestão anterior.

 

Vigilância inspeciona estrutura de atendimento médico montada para o bloco da Claudia Leite | Foto: Divulgação
  • 9 de fevereiro de 2020