SMTR fiscaliza estações do BRT e emite 187 multas por inconformidades

Publicado em 15/06/2020 - 15:46 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • SMTR fiscaliza estações do BRT e emite 187 multas por inconformidades

A Secretaria Municipal de Transportes, realizou nesta segunda-feira, 15/06, mais uma ação de fiscalização e orientação em terminais e estações de maior demanda do BRT. O reforço das ações faz parte das medidas da secretaria na primeira fase de retomada das atividades econômicas.

Durante a manhã, agentes estiveram em cinco terminais e estações do BRT: Alvorada, Santa Cruz, Pingo D´Água, Mato Alto, e Madureira. Ao todo, 187 multas foram aplicadas por inconformidades na prestação dos serviços, principalmente por lotação e intervalos médios acima dos determinados. Desde o início das ações de contenção à Covid-19, a secretaria registrou 1.146 autuações.

– Nossa fiscalização tem cobrado com rigor que os intervalos entre os ônibus sejam respeitados para evitar aglomeração de passageiros. Continuaremos atuando, incansavelmente, para assegurar que o cidadão carioca seja transportado de forma sanitariamente adequada – destacou o secretário municipal de Transportes, Paulo Jobim.

 
A SMTR está empenhada em verificar os serviços prestados à população e tem realizado inspeções diárias, nas estações de maior demanda de passageiros, para verificar o intervalo dos ônibus, a higienização e o estado de conservação dos coletivos, o funcionamento dos painéis de previsão de chegada dos ônibus, a operação das bilheterias, a disponibilização de orientação quanto ao novo coronavírus, o transporte de passageiros somente sentados e o uso de máscara pelos motoristas,  além de orientar os passageiros sobre os cuidados necessários para evitar lotação e aglomeração.
 
– Este trabalho é de suma importância, neste momento de retomada das atividades, para avaliarmos as medidas adotadas e traçarmos as ações necessárias para garantir que  o transporte público não seja outro vetor de transmissão do novo coronavírus, buscando sempre as melhores soluções para atender a população, concluiu o subsecretário de Transportes, Allan Borges.