Secretaria de Saúde promove a 14ª edição da Jornada Científica dos Acadêmicos Bolsistas

Publicado em 25/11/2022 - 17:09 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Secretaria de Saúde promove a 14ª edição da Jornada Científica dos Acadêmicos Bolsistas
O tema dessa edição foi “Acadêmico Bolsista: o SUS ampliando os horizontes da formação” - Divulgação

Nesta sexta-feira (25/11), ocorreu a 14ª edição da Jornada Científica dos Acadêmicos Bolsistas. A JCAB é uma iniciativa do estágio não obrigatório Acadêmico Bolsista, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS-Rio), em que os estudantes de nível superior têm a oportunidade de participar de um congresso julgado por banca e comitê de ética. O evento, em atividade há 14 anos, promove um amplo espaço dentro não só do que se condiz com o ambiente acadêmico, mas principalmente sobre o assunto saúde pública na prática.

O tema dessa edição, “Acadêmico Bolsista: o SUS ampliando os horizontes da formação”, reflete nos mais de 130 bolsistas que passaram pelo Auditório do Centro Administrativo São Sebastião nessa sexta. Na abertura do evento, estiveram presentes os representantes do Comitê de Ética em Pesquisa, da Coordenadoria de Gestão de Pessoas, das subsecretarias de Atenção Hospitalar, Urgência e Emergência; de Gestão; de Promoção, Atenção Primária e Vigilância em Saúde da SMS-Rio.

Cada estagiário é direcionado a uma das dez áreas programáticas da cidade, determinando sua unidade de atuação que varia dependendo de seu curso. Os estagiários, divididos nas categorias Atenção Primária, Comunicação Social, Vigilância Sanitária e Zoonoses, Saúde Mental e Atenção Hospitalar, passam por oito meses de treinamento, com um supervisor de referência durante todo o período.

Pedro Gayoso, de 29 anos, é estudante de psicologia pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e atuou no CAPSi Maurício de Souza, onde desenvolveu sua pesquisa “Do CAPSi II ao CAPSi III: Transformação e Construção do Cuidado na Atenção à Crise em Saúde Mental”.

– Esse é o meu segundo ano como Acadêmico Bolsista e, dessa vez, eu quis abraçar o CAPSi, entendendo um pouco mais como se dava a sua relação, seus usuários e profissionais, dentro de um contexto em moldes psicossociais. O que me inspirou foi tentar sair um pouco da minha zona de conforto e a própria especificidade do CAPSi, que é voltado para crianças e adolescentes. Gosto muito do molde do Acadêmico Bolsista, e acho que a gente consegue estar na rede, com os profissionais realmente abraçando a gente. Obviamente, nós estamos ali observando, mas temos liberdade para atuar ao lado da equipe e isso é muito importante para nós que estamos em processo de formação, nos entendendo ali também como futuros profissionais. É esse espaço de troca, se dando muito pelo encontro, que vemos que não é uma via de mão única.

Samara Shih, de 24 anos, é estudante de enfermagem da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e atuou no Centro Municipal de Saúde Manoel José Ferreira, dando fruto a sua pesquisa “Reflexões da Vivência no Consultório de Enfermagem enquanto Acadêmico Bolsista na Atenção Primária à Saúde”.

– Durante o estágio, notei que muitos pacientes, quando chegamos no consultório e nos apresentamos como enfermeiros responsáveis pela consulta, eles às vezes questionam: “Eu achei que teria uma consulta médica”. Então, eles não entendem muito bem ainda a importância que tem a consulta de enfermagem. O meu trabalho fala um pouco também sobre a oportunidade de ter feito esse estágio durante a pandemia, porque muitos alunos ficaram com essas demandas reprimidas durante esse período porque os campos práticos fecharam. Então, foi muito importante pois vivi coisas que muitos colegas não puderam viver. Acho que isso acrescenta como experiência e como técnica, porque a gente não ficou só na consulta. Fiz procedimentos, coisas que às vezes na faculdade não podia oferecer, não tinha laboratório para fazer, e aqui eu estava fazendo na prática e, em retorno, ganhando conhecimento.

Jornada Acadêmica

Vinculada ao programa de estágio Acadêmico Bolsista, a Jornada Acadêmica ocorre todo final de ano e instrui estudantes de ensino superior de todos os âmbitos que, em parceira com instituições conveniadas, preceptores, supervisores e seus centros de estudos, simulam uma bancada de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para a apresentação do Trabalho de Conclusão de Estágio (TCE), julgado por especialistas do cursos profissionais vinculados à própria SMS e seus supervisores referentes. São duas categorias distintas de apresentação, podendo optar por o uso de um banner ou de slides. Os seis finalistas terão a oportunidade de participar de uma cerimônia especial no começo de 2023 e terão suas pesquisas publicadas no Diário Oficial do Rio.

– Nós entendemos a importância desse trabalho e desse espaço da JCAB como uma oportunidade de estimular o pensamento crítico exercitando sua prática na escrita e na oratória – afirmou a gerente de desenvolvimento técnico acadêmico da SMS-Rio, Vania Monteiro.

  • 25 de novembro de 2022
  • Skip to content