Renovado, Lourenço Jorge realiza mais de dez mil atendimentos por mês

Publicado em 09/05/2019 - 16:38 | Atualizado em 04/06/2019 - 16:43
  • Início/
  • /
  • Renovado, Lourenço Jorge realiza mais de dez mil atendimentos por mês
Complexo hospitalar conta com hospital, Centro de Emergência Regional e maternidade Leila Diniz

O complexo hospitalar Lourenço Jorge, localizado na Barra da Tijuca, Zona Oeste, que é referência no município do Rio, conta com o hospital municipal, a maternidade Leila Diniz e o Centro de Emergência Regional (CER). O Hospital Municipal Lourenço Jorge é uma unidade de referência em atendimento a traumas e tem uma média mensal de 8.500 atendimentos de emergência e 561 cirurgias. A unidade recentemente inaugurou o novo tomógrafo e recebeu também 120 novas camas hospitalares, oito carrinhos de anestesia, um para cada sala, e também arco cirúrgico, arco em C. O CER Barra, que conta com Urgência e emergência em pediatria, Clínica médica e Saúde mental, tem uma média mensal de 550 atendimentos.

A maternidade Leila Diniz também conta com números impressionantes. No total são três mil atendimentos por mês na unidade e uma média de 500 partos mensais. Um dos diferenciais da unidade é a prática do parto humanizado. A professora Gabriele Bezerra Morais, 25 anos, deu à luz na unidade com o parto humanizado. A pequena Ágata nasceu bem e a nova mamãe se surpreendeu com a unidade.

– Fiz o parto humanizado e foi bem diferente do que esperava. Foi uma experiência positiva.  Teve uma funcionária que ficou comigo até o final, o nome dela é Alice. O horário dela acabava às 19h, mas ela ficou depois. Ela me disse: ‘vou ficar com você até o final’. Foi incrível. Eu falava que não ia conseguir e ela dizendo que eu ia conseguir, me dando força, me deu muito apoio moral. Ficou comigo até o final – conta Gabrielle.

Pai da Ágata, o auxiliar veterinário Paulo Otávio Claudino Alves, 28 anos também ficou satisfeito com o atendimento.

– Me surpreendi com o atendimento aqui. Do faxineiro ao diretor. Todos são sensacionais. Eu gostei muito. A gente foi atendido rápido. A equipe foi maravilhosa. Temos que ser honestos. Temos que elogiar – disse ele, que foi complementado por Gabrielle.

– Na mídia sai uma coisa,  e quando a gente veio para cá, vimos que não é bem assim.

A adolescente Kailane dos Santos Fernandes da Cunha, de 16 anos, também teve uma experiência positiva na Leila Diniz. O cuidado e a atenção dos funcionários chamou a atenção da adolescente.

– Quando cheguei o pessoal do plantão do dia teve muita paciência comigo. Estava com dor. Fiquei preocupada com a troca de equipe. Se teriam a mesma paciência. Mas a nova equipe foi ótima. O Márcio foi super paciente comigo, acho até que fui um pouco rude com ele (risos) porque estava com muita dor. Depois até pedi desculpas a ele – conta, a mamãe do pequeno Arthur.

 

Fique por dentro de tudo o que acontece na Secretaria Municipal de Saúde do Rio e nos siga nas redes sociais!

   

Categoria: Saúde

9 de maio de 2019