Prefeitura recebe doação de R$ 60 milhões da Câmara de Vereadores

Publicado em 14/12/2021 - 15:14 | Atualizado em 15/12/2021 - 15:11
O prefeito do Rio, Eduardo Paes, recebe o cheque simbólico com a doação da Câmara dos Vereadores - Beth Santos/Prefeitura do Rio

O prefeito Eduardo Paes e o secretário de Saúde, Daniel Soranz, receberam, nesta terça-feira (14/12), o cheque simbólico da doação de R$ 60 milhões do presidente da Câmara de Vereadores, Carlo Caiado, e de outros vereadores. O valor foi economizado do orçamento do Legislativo e será utilizado em investimentos na área da saúde do município.

 

– Queria agradecer por este recurso. Recebemos R$ 120 milhões este ano da Câmara dos Vereadores, com metade antecipada no início do ano, no momento mais grave da pandemia. Meu agradecimento por esses R$ 60 milhões e pelo excepcional trabalho. A Câmara dos Vereadores do Rio é um exemplo de parlamento – declarou o prefeito Eduardo Paes.

 

Aprovado na última quarta-feira (8/12), o Projeto de Decreto Legislativo 90/2021 formalizou a doação dos R$ 60 milhões economizados ao longo de 2021. O presidente da Câmara do Rio, vereador Carlo Caiado (DEM), destacou que a doação é mais uma contribuição do legislativo carioca para reconstrução da cidade após a crise gerada pela pandemia.

 

– Estamos destinando esse recurso que economizamos para reforçar os investimentos na saúde, fundamental para o Rio, ainda mais neste momento. Durante este ano, a Câmara também funcionou como posto de vacinação, aplicando mais de 13 mil doses de imunizantes contra a Covid e contra a Influenza, e, no início do ano, também doamos outros R$ 60 milhões para manter empregos dos cariocas no momento mais difícil da pandemia – disse Caiado.

 

Essa é a segunda vez que a Câmara do Rio doa recursos para o Tesouro Municipal em 2021 para ajudar no combate aos impactos da pandemia. Em março, os vereadores repassaram R$ 60 milhões para a prefeitura criar os programas Auxílio Carioca e Auxílio Empresa Carioca. Eles contemplaram diversas frentes, focadas na manutenção da renda e de empregos durante o período de maiores restrições de atividades no ano, por conta da pandemia de Covid-19.

 

– Este dinheiro doado hoje será usado no custeio de todas as unidades hospitalares da cidade, principalmente os hospitais Pedro II, Salgado Filho e Francisco da Silva Telles. Mas todos os hospitais da cidade vão ter uma suplementação no seu custeio ainda este ano. O dinheiro entrou hoje na conta. Agradeço todo o apoio neste ano difícil. Não somente pela Covid-19, mas também pelo legado da gestão anterior – afirmou Daniel Soranz.

  • 14 de dezembro de 2021