Instituto Nise da Silveira inaugura ocupação artística nas antigas enfermarias

Publicado em 05/05/2022 - 14:20 | Atualizado
  • Início/
  • /
  • Instituto Nise da Silveira inaugura ocupação artística nas antigas enfermarias
A exposição será realizada nos antigos quartos de enfermarias e ficará disponível para visitação até setembro - Divulgação

O Instituto Municipal Nise da Silveira, por meio do Espaço Travessia, inaugura nesta sexta-feira (6/5), às 14h, a ocupação artística “Brasil Delivery [a gente só não precariza o sonho]”, que reúne obras de cerca de noventa artistas convidados do subúrbio, da Baixada Fluminense e da América Latina, além de usuários e profissionais da saúde mental. A exposição será realizada nos antigos quartos de enfermarias e ficará disponível para visitação até setembro deste ano.

A Brasil Delivery convida a refletir sobre o maravilhoso, o fantástico, o campo dos sonhos e as utopias que se cruzam com o instável e as contradições. O curador do projeto, Marcelo Valle, explica como funciona a iniciativa:

 

– Uma ocupação artística não é uma simples exposição, há muitas diferenças na execução desse tipo de projeto. Na ocupação, o processo de montagem e curadoria ficam abertos aos visitantes. Também há a possibilidade de ocorrer mudanças durante o tempo de exibição, como artistas novos que podem entrar e outros que podem sair, independente dos prazos pré-definidos.

 

A ocupação ocorre no Espaço Travessia do Instituto Municipal Nise da Silveira, na rua Ramiro Magalhães, n° 521, Engenho de Dentro, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. A visitação também poderá ser realizada em alguns sábados. As informações ficarão disponíveis nas redes sociais do Espaço. A entrada é gratuita e não é necessário agendamento.

Espaço Travessia

O Núcleo de Cultura, Ciência e Saúde/ Espaço Travessia ocupa dois andares de enfermarias desativadas do Instituto Municipal Nise da Silveira. A proposta é ser um local de encontros, convívio, produção e divulgação de artistas, sobretudo dos subúrbios cariocas. Os profissionais que atuam nele são também promotores da saúde mental por meio de diferentes atividades artísticas e culturais, com espaço para exposições, ateliês, ensaios de dança e teatro.

  • 5 de maio de 2022