Hospital Jesus ganha espaço de convivência para adolescentes

Publicado em 08/07/2019 - 17:38 | Atualizado em 08/07/2019 - 18:32
Hospital Municipal JesusCom a reforma, o local passa a contar com televisão, videogame e um cantinho para leitura

Adolescentes internados no Hospital Municipal Jesus (HMJ), em Vila Isabel, ganharam um novo espaço de convivência. Equipado com livros, jogos de tabuleiros, televisão e videogames, o local foi inaugurado hoje (8). O HMJ é referência no atendimento de especialidades pediátricas e, de janeiro a maio de 2019 já atendeu mais de 4000 crianças e adolescentes.

 

 

O novo espaço atende à demanda dos adolescentes internados por um local de convivência para essa faixa etária. O local foi decorado com direito a pintura, móveis, luminárias e um cantinho de leitura. A reforma do local e do mobiliário são doações da ONG BQ do Bem que, em maio deste ano, também reformou a brinquedoteca do hospital.

Investimentos na unidade

Desde o início da atual gestão, o hospital amplia a oferta de serviços e vem recebendo investimentos. Em abril de 2017, foi criada a escola de atopia, para orientação de crianças com dermatite grave. Em 2018, a enfermaria da unidade utilizada por crianças no tratamento de dermatite atópica recebeu mobiliário novo com cadeiras e mesas adequadas para crianças. Também em 2018 foi inaugurada a clínica da dor, que atende crianças com dor crônica e de difícil controle, a primeira do estado a prestar esse tipo de atendimento. Em 2019, além da brinquedoteca, foi inaugurado o Espaço para Educação Terapêutica em Dermatite Atópica. Além disso, o hospital recebeu equipamentos com o investimento da Prefeitura para renovação do parque tecnológico dos hospitais.

O Hospital Municipal Jesus também participou de três mutirões de cirurgias da Prefeitura para reduzir as filas de espera. O primeiro foi o mutirão para agilizar filas internas, que durou de janeiro a março de 2017, e atendeu quase 500 pessoas em toda a rede. A unidade fez parte do Corujão Carioca, com cirurgias realizadas em terceiro turno entre março e novembro de 2018 e o de otoplastia, cirurgia de correção das chamadas “orelhas de abano”, que realizou mais 230 cirurgias em todo o município.

 

 

Fique por dentro de tudo o que acontece na Secretaria Municipal de Saúde do Rio e nos siga nas redes sociais!