Velozes e Vencedores: crianças autistas têm atividade esportiva para melhorar qualidade de vida

Publicado em 22/08/2019 - 17:13 | Atualizado em 23/08/2019 - 18:12
A alegria do menino está estampada no sorriso, ao participar do evento Velozes e Vitoriosos, na Rocinha. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do RioA alegria do menino está estampada no sorriso, ao participar do evento Velozes e Vitoriosos, na Rocinha. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

O Complexo Esportivo da Rocinha, São Conrado, recebeu nesta quinta-feira, 22 de agosto, um time de atletas com sede de vitória. Numa iniciativa da Secretaria  Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT), cerca de 70 crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista (TEA), entre 5 e 15 anos de idade, participaram de corridas e outras atividades físicas que transformaram o dia deles em algo inesquecível. O evento foi parte do programa “Velozes e Vencedores”, desenvolvido pela Gerência de Qualidade de Vida, Educação, Esporte e Cultura da secretaria. Inédito, o programa tem como objetivo usar os exercícios físicos como instrumento na melhoria da qualidade de vida de pessoas atendidas nos Centros de Referência da Pessoa com Deficiência (CMRPD).

Esses exercícios, segundo idealizadores da iniciativa, contribuem para avanços no desenvolvimento sensoriomotor e comportamental das crianças e adolescentes autistas. Nos próprios atendimentos nos CMRPD isso é observado, rotineiramente. Daí surgiu a ideia de reunir todos – inclusive familiares – num evento lúdico e esportivo.

“Velozes e Vencedores”, iniciativa da Secretaria  Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT). Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
“Velozes e Vencedores”, iniciativa da Secretaria  Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT). Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
“Velozes e Vencedores”, iniciativa da Secretaria  Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT). Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
“Velozes e Vencedores”, iniciativa da Secretaria  Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT). Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
“Velozes e Vencedores”, iniciativa da Secretaria  Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT). Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
“Velozes e Vencedores”, iniciativa da Secretaria  Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT). Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
“Velozes e Vencedores”, iniciativa da Secretaria  Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT). Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
“Velozes e Vencedores”, iniciativa da Secretaria  Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT). Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
“Velozes e Vencedores”, iniciativa da Secretaria  Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT). Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
“Velozes e Vencedores”, iniciativa da Secretaria  Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia (SMDT). Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

Foram duas atividades propostas simultaneamente. Os participantes da corrida podiam estar sozinhos ou acompanhados de parentes ou profissionais da secretaria, dependendo da necessidade e do grau de autonomia de cada um. No total, foram 20 baterias. Paralelo a isso, foram oferecidas atividades como mini-trampolim e outras, que trabalham o equilíbrio e a coordenação motora.

– O programa “Velozes e Vencedores” é um sucesso na aplicação da política pública da Secretaria. Uma vez que a inclusão e a reabilitação não são feitas somente em salas terapêuticas. Hoje, temos um grande desafio em promover serviços ao público autista, devido à grande procura. Além disso, o esporte contribui muito nos avanços terapêuticos e na melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência – destacou o secretário municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia, Marco San.