Prefeitura registra 227 multas por irregularidades nos serviços de ônibus nesta semana

Publicado em 24/07/2020 - 12:26 | Atualizado
Fiscais atuaram em estações de maior movimento do BRT, pontos de linhas regulares e garagemFiscais atuaram em estações de maior movimento do BRT, pontos de linhas regulares e garagem Crédito: Divulgação SMTR/ Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, segue atuando diariamente em terminais e estações de  maior demanda do BRT, além de garagens e outros pontos estratégicos da cidade. Ao longo desta semana, 227 autuações foram registradas por descumprimento das medidas sanitárias e de obrigações contratuais.

Durante a atuação dos agentes nos terminais do BRT da Alvorada e de Santa Cruz, e nas estações de Madureira, Mato Alto e Pingo D´Água, nos últimos sete dias, foram aplicadas 142 multas, sendo 43 por lotação e 32 por falta de marcação no piso dos ônibus. Vale lembrar que os operadores tiveram cinco dias úteis para se adaptar à determinação da Prefeitura de demarcar os corredores dos coletivos, de forma a orientar os passageiros sobre a posição para viajar em pé, mantendo o distanciamento adequado. Intervalo superior entre os ônibus e falta de informações no monitor aos usuários foram outras irregularidades flagradas.

– Estamos atentos aos serviços prestados e vamos manter a fiscalização reforçada em pontos de maior demanda de passageiros e de maior índice de reclamações. Por isso a importância da participação da população no registro de irregularidades do sistema de ônibus, para que possamos atuar pontualmente no problema -, disse o secretário municipal de Transportes, Paulo Jobim, ressaltando sobre o novo canal direto de passageiros com a SMTR, por meio do envio de mensagens para o Whatsapp 98909-3717.

Fiscalização em terminais

Equipes também atuaram em diferentes terminais da cidade, como Haroldo Melodia, Américo Ayres, Shopping Nova América, Ribeira, Bananal, Campo Grande e Cascadura, para verificar os serviços de linhas regulares de ônibus. Ao todo, 57 autuações foram registradas. Destas, 26 foram por circulação com frota abaixo do determinado e três por inoperância de linhas. É importante destacar que os operadores também devem cumprir a determinação de operar com 100% da frota efetiva, se adequando ao aumento da demanda devido à retomada gradual das atividades na cidade.

Inspeção em garagem

Fiscais também estiveram na garagem da empresa Redentor e vistoriaram 71 veículos, sendo 31 ônibus do BRT e 40 convencionais. Dez articulados estavam sem marcações no piso; 01 ônibus convencional estava com a vistoria vencida e outros 17 não apresentavam o certificado de dedetização em dia. Ao todo, 28 multas foram aplicadas durante a inspeção.

– As ações seguirão intensificadas para verificar se os protocolos sanitários estão sendo cumpridos. O respeito às medidas é fundamental para preservar a saúde de todos, passageiros e motoristas. E, neste momento, é preciso que empresas, Poder Público e população façam seu papel e continuem a unir forças, pois só assim vamos superar esta pandemia -, concluiu o subsecretário municipal de Transportes, Allan Borges.