Município prorroga concessão do estádio Nilton Santos ao Botafogo

Publicado em 03/09/2019 - 15:19 | Atualizado em 04/09/2019 - 11:03
Solenidade de ampliação do prazo de concessão do Estádio Nilton Santos, no Palácio da Cidade. Foto: Marcos de Paula/Prefeitura

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, assinou, nesta terça-feira, 3 de setembro, a prorrogação, por mais três anos e oito meses, da concessão do Estádio Nilton Santos ao Botafogo. A solenidade, no Palácio da Cidade, contou com as presenças do presidente do clube, Nelson Mufarrej, de representantes do Conselho Deliberativo, do capitão do time, o zagueiro Joel Carli, e do também jogador João Paulo.

A concessão vai agora até 8 de abril de 2031. O novo prazo é uma devolução ao clube do período de quase quatro anos em que o Botafogo ficou sem utilizar o Nilton Santos, devido a obras que interditaram o estádio, entre 23 de março de 2013 e 14 de novembro de 2016.

– Estamos recolocando esse prazo naquela concessão inicial. É uma coisa justa, o Botafogo faz uma administração exemplar do estádio, que é muito bem cuidado. Hoje tivemos a oportunidade de recompor esse prazo – disse Crivella.

Em solenidade no Palácio da Cidade, Prefeitura do Rio e Botafogo assinaram prorrogação de concessão do Estádio Nilton Santos. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
Em solenidade no Palácio da Cidade, Prefeitura do Rio e Botafogo assinaram prorrogação de concessão do Estádio Nilton Santos. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

O presidente alvinegro agradeceu pelo acordo com a Prefeitura:

– Hoje é um dia muito festivo. E quero aproveitar para agradecer ao prefeito Crivella a prorrogação da concessão. O Botafogo ficou um período sem o Nilton Santos, em função de problemas no estádio, e isso foi reivindicado, bem estudado, analisado e concedido. Vamos continuar e trabalhar para que o estádio continue sendo tratado com muito carinho – destacou Mufarrej.

A concessão do estádio foi feita em 2007 e deu à Companhia Botafogo, empresa concessionária, o direito a explorar o local por 20 anos. A manutenção, o custo operacional e a segurança do Nilton Santos são responsabilidades da concessionária, agora estendidas até 2031.

Leia também

http://noticias.prefeitura.rio/urbanismo/prefeitura-entrega-habite-se-parcial-ao-centro-de-treinamento-do-flamengo/

http://noticias.prefeitura.rio/rio-acontece-noticias/municipio-cede-terreno-ao-vasco-para-clube-construir-centro-de-treinamento/

  • 3 de setembro de 2019