GM prende falso ambulante e apreende sete adolescentes durante ordenamento nas praias no final de semana

Publicado em 11/03/2019 - 07:49 | Atualizado em 11/03/2019 - 08:15
GM faz operação nas praias das Zonas Sul e OesteGM faz operação nas praias das Zonas Sul e Oeste

A Guarda Municipal registrou duas ocorrências com prisão de um falso ambulante por furto e apreensão de sete adolescentes, com idades entre 14 e 16 anos, por uso de entorpecente e arma branca, neste final de semana, na Praia de Copacabana, na Zona Sul da cidade. As ações foram realizadas por agentes do Grupamento Especial de Praia (GEP), empregados na Operação Verão, que prevê o reforço na fiscalização da orla das Zonas Sul e Oeste.

No sábado, dia 9/3, os guardas receberam denúncia de banhistas de que o grupo de adolescentes estaria praticando furtos na região. Na abordagem ao grupo, foram encontradas com eles cinco facas e dois frascos de lança-perfume. Eles foram levados para a Cidade da Polícia, no Jacaré, onde a ocorrência foi registrada. No período da tarde, um vendedor de cangas foi detido, na altura do hotel Copacabana Palace, após os guardas do GEP terem recebido a denúncia de que ele teria furtado pertences de um casal de turistas franceses. Após reconhecimento das vítimas, o falso ambulante foi encaminhado para a Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (DEAT), onde o caso foi registrado.

GM prende falso ambulante durante Operação Verão nas praias
GM prende falso ambulante durante Operação Verão nas praias

Os guardas do GEP também atuaram neste final de semana na fiscalização das posturas municipais. Foram registrados nos dois dias, na Zona Sul e na Zona Oeste, 37 orientações para retirada de cães da areia, foram coibidos nove campings e sete práticas esportivas em horário ou local proibido, além da retirada de uma pipa com cerol da praia. As regras previstas no Código de Posturas Municipais visam promover a boa convivência entre os banhistas e o acesso as prais igual a todos. Os agentes também ajudaram quatro crianças que se perderam a reencontrarem os responsáveis. Diariamente, os guardas do GEP também realizam o trabalho de distribuição de pulseiras de identificação, que auxiliam o trabalho de buscas em casos de crianças e adolescentes perdidos.