Comunidade com 20 mil habitantes em Inhoaíba recebe ações do Cuidar da Cidade

Publicado em 17/09/2019 - 11:59 | Atualizado em 18/09/2019 - 09:30
Na 3ª visita do Cuidar da Cidade a Inhoaíba, o asfalto merece atenção especial: melhorias para a população. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio Na 3ª visita do Cuidar da Cidade a Inhoaíba, o asfalto merece atenção especial: melhorias para a população. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

A localidade de Nova Cidade, antiga Comunidade do Barbante, em Inhoaíba, na Zona Oeste, tem aproximadamente 20 mil moradores, residentes em 129 ruas. Mais de 50 delas recebem a partir desta terça-feira, 17 de setembro, as ações do Cuidar da Cidade. Nesta 27ª edição do programa de zeladoria, estão sendo realizados 17 tipos de serviços pelos órgãos municipais, e as ações vão durar até o fim da semana. São intervenções a partir de 76 chamados feitos por moradores à Central 1746. A maioria das demandas está relacionada a poda de árvore (29 solicitações) e iluminação pública (22).

– Vamos podar árvores, tapar buracos, resolver um problema sério, que é o entupimento de esgoto nessa comunidade. Também vamos rebocar carros velhos e abandonados, outro problema aqui. Enfim, vamos ficar aqui com nossos serviços até sexta-feira, para deixar esse bairro bem bonito – afirmou o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, que acompanhou o início dos trabalhos na região.

A funcionária da Comlurb capricha na pintura do brinquedo na praça em Nova Cidade, Inhoaíba. Carinho e atenção com as crianças fazem parte das ações municipais. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
A funcionária da Comlurb capricha na pintura do brinquedo na praça em Nova Cidade, Inhoaíba. Carinho e atenção com as crianças fazem parte das ações municipais. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

Esta é a terceira vez do Cuidar da Cidade em Inhoaíba. O mutirão já tinha estado em outros pontos do bairro no final de março e no início de junho deste ano.

– Essas ações vão atender boa parte do bairro, justamente a que mais está precisando de socorro imediato. O Crivella é o primeiro prefeito que vem aqui. Às 7h30, ele já estava aqui, ouvindo nossos apelos. O único político que tinha vindo aqui foi o (Leonel) Brizola (governador entre 1982 e 1986) – lembrou Jandira de Oliveira Guimarães, de 86 anos, moradora da Rua das Orquídeas.

 Dona Jandira festejou a chegada do Cuidar da Cidade à localidade onde mora, em Inhoaíba: seus apelos foram ouvidos, ela disse. Foto: Francisco Edson / Prefeitura do Rio

Dona Jandira festejou a chegada do Cuidar da Cidade à localidade onde mora, em Inhoaíba: seus apelos foram ouvidos, ela disse. Foto: Francisco Edson / Prefeitura do Rio

O mecânico de automóveis Genilson Ferreira, de 47, é testemunha de que as vias da região estavam precisando de um “cuidado especial”.

– Vale mais preservar vidas com asfalto melhor, sem buracos, evitando acidentes, que ganhar dinheiro com reposição de peças de carros na oficina. A tendência é desafogar os serviços agora – ressaltou.

O aposentado José Ricardo, de 90 anos, elogiou o mutirão da Prefeitura.

– Agora, sim, nos sentimos cidadãos de verdade. Precisamos do governo municipal cada vez mais perto de nós – disse.

Seu José Ricardo, 90 anos, gostou de ver o governo municipal agindo bem pertinho de onde mora. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio
Seu José Ricardo, 90 anos, gostou de ver o governo municipal agindo bem pertinho de onde mora. Foto: Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

Desde que o programa de zeladoria foi criado, em janeiro, diversas áreas em 22 bairros já foram beneficiadas com mais de 20 mil ações. Desta vez, os pontos de maior concentração de serviços são os cruzamentos da Rua Seabra Filho com a Estrada Santa Bertila e da Rua dos Comerciários com a Rua Campo Grande.

Saiba mais sobre o Cuidar da Cidade

Criado em janeiro pelo prefeito e desenvolvido pela Secretaria Municipal da Casa Civil, em conjunto com o Centro de Operações Rio (COR) e a Central 1746, o mutirão de zeladoria estabelece um calendário de ações que mobiliza órgãos municipais como Secretaria de Conservação (Seconserva), Saúde e Educação; Comlurb; Rioluz; Fundação Parques e Jardins; CET-Rio; Vigilância Sanitária; e Guarda Municipal, entre outros.

O programa Cuidar da Cidade já passou pelos seguintes locais:

ZONA NORTE:

– Tijuca/Praça Afonso Pena
– Tijuca/Praça Saens Peña
– Ilha do Governador/Ribeira
– Ilha do Governador/Pitangueiras
– Rocha Miranda
– Méier
– Vigário Geral
– Pavuna
– Penha

ZONA OESTE:

– Bangu
– Padre Miguel
– Santa Cruz
– Campo Grande
– Cidade de Deus
– Inhoaíba I
– Campo Grande / Conjunto da Marinha
– Vila Valqueire
– Pechincha
– Paciência
– Anil
– Realengo
– Recreio dos Bandeirantes
– Cosmos
– Inhoaíba II

CENTRO

ZONA SUL:

– Leblon.

  • 17 de setembro de 2019