Procon Carioca fiscaliza preço de água mineral em supermercados

Publicado em 06/02/2020 - 14:25 | Atualizado em 16/02/2020 - 15:24

Equipes do Procon Carioca estão percorrendo supermercados a fim de detectar possíveis abusos praticados contra o cidadão no preço de venda de água mineral. A ação passa por diversos bairros e busca garantir o cumprimento dos direitos do consumidor neste momento em que as vendas estão em alta. A fiscalização consiste em pedir aos estabelecimentos, em um prazo de 10 dias, a apresentação das três últimas notas fiscais do valor pago aos fornecedores pela água. O objetivo é comparar com o valor de venda aos consumidores desde o dia 20 de dezembro.

Multa

As operações de fiscalização seguem intensificadas. Os supermercados que não apresentarem as notas serão multados por falta de justificativa do aumento do preço da mercadoria. A punição para esse caso e de todos em que haja comprovação do aumento abusivo é uma multa que varia de R$ 711,00 a R$ 10.665,00, de acordo com o porte da empresa.

 

Denúncias

O Procon Carioca informa que os clientes podem fazer denúncias por meio da Central 1746 e das redes sociais do órgão a fim de ajudar no direcionamento e planejamento das ações.