Cornavírus: Prefeitura apreende álcool gel durante ação de prevenção à Covid-19

Publicado em 29/04/2020 - 20:35 | Atualizado
Agente da Prefeitura apreende álcool gel vendido de forma irregular. Foto: Divulgação/Prefeiitura

A Prefeitura do Rio, por meio da Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses, identificou irregularidades no álcool 70% em gel à venda em uma das 15 farmácias inspecionadas nesta quarta-feira, 29/04, em Botafogo, zona zul da cidade. O rótulo do produto não continha informações sobre o fabricante nem o número de registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), como é exigido por normas e legislações para o segmento.

Na ação que faz parte da Operação Covid-19 da Vigilância, o estabelecimento teve 47 frascos do álcool apreendidos e foi multado por ausência de farmacêutico em todo o período de atendimento, documentação não condizente com o serviço prestado e falta de dispensadores de sabão e de papel-toalha no banheiro.

– O proprietário tem um prazo de dez dias para enviar à Vigilância Sanitária o documento que confirme a qualidade do álcool gel ou o comprovante de descarte do produto que apreendemos no depósito do estabelecimento – explicou Lilian Yien, farmacêutica da Coordenação de Saúde da Vigilância Sanitária, pasta vinculada à Secretaria Municipal de Saúde.

Além da farmácia, localizada na Rua São Clemente, que teve o álcool gel apreendido, a equipe inspecionou nesta quarta outros 14 estabelecimentos do ramo em ruas do bairro e aplicou 12 infrações. A campeã das irregularidades foi a falta de dispensadores de sabão líquido e papel-toalha, seguida da falta de higiene. Com o aumento das demandas nesse segmento, a Vigilância readequou as equipes para aumentar o número de vistorias. Em uma semana, 66 farmácias e drogarias foram fiscalizadas na Operação Covid-19, realizada desde 19 de março com foco em irregularidades referentes ao novo coronavírus, por diversas frentes de atuação voltadas à prevenção de riscos à saúde pública.