Após turnê na Europa, orquestra de alunos da rede municipal do Rio se apresenta em congresso mundial de câmaras de comércio

Publicado em 12/06/2019 - 16:02 | Atualizado em 14/06/2019 - 12:29
  • Início/
  • /
  • Após turnê na Europa, orquestra de alunos da rede municipal do Rio se apresenta em congresso mundial de câmaras de comércio
Apresentação da Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca no Congresso Mundial das Câmaras de ComércioApresentação da Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca no Congresso Mundial das Câmaras de Comércio. Fotos: Paulo Sérgio/Prefeitura do Rio

A Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca, formada por alunos de escolas da rede municipal do Rio de Janeiro, que acabou de voltar de uma turnê inédita na Europa, apresentou-se na abertura do Congresso Mundial das Câmaras de Comércio. O evento, que começou nesta quarta, 12 de junho, e vai até sexta, 14, no Hotel Windsor da Barra da Tijuca, é o maior encontro global da International Chamber of Commerce (ICC) e reúne líderes empresariais de mais de 100 países. Participaram da apresentação desta quarta 25 dos 75 integrantes da orquestra. O prefeito Marcelo Crivella também prestigiou a abertura do evento e fez um discurso de boas-vindas aos congressistas.

A viagem à Espanha

De 25 de maio a 2 de junho, 61 integrantes da orquestra fizeram apresentações em várias cidades da Espanha, incluindo Toledo, Valência e a capital, Madri. A primeira turnê internacional do grupo foi uma experiência marcante.

– Sempre achei que jamais sairia do Rio e, com a orquestra, pude viajar para a Europa. A música mudou minha vida. Eu era muito tímida, não conseguia conversar com as pessoas, e a música me deu um novo olhar. Esse projeto tem mudado não só a minha vida, mas a vida de todos aqui – contou Karine Bertelo Rodrigues, de 13 anos, integrante do grupo que se apresentou na Espanha e também do que tocou na abertura do congresso mundial, no Rio.

Com regência do maestro Anderson Alves, a orquestra executou na Espanha obras de compositores brasileiros como Camargo Guarnieri, Villa-Lobos, Alberto Nepomuceno e Lorenzo Fernandez.

– Poder representar a nossa diversidade cultural na Europa foi extraordinário. Todos nós nos sentimos muito honrados de apresentar a cultura brasileira. Tivemos ótima receptividade do povo espanhol – descreveu Moana Viterbo, coordenadora do programa Orquestra nas Escolas. – É um trabalho de desenvolvimento social sustentável, dando aos jovens espaços de protagonismo e de visibilidade. O que fazemos é educação e transformação e queremos ocupar cada vez mais a cidade.

O programa Orquestra nas Escolas

A Secretaria Municipal de Educação do Rio lançou o programa Orquestra nas Escolas em 2017. São oferecidas aos alunos oficinas dos mais variados instrumentos. Atualmente são 52 escolas participantes, de todas as Coordenadorias Regionais de Educação (CRE) da cidade. Ao todo, 11.200 crianças e adolescentes são beneficiados pela iniciativa. A Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca é uma das 13 formações musicais do programa, que conta também com grupos de flauta, orquestras de cordas e bandas.