Que cidade você quer no futuro? Entre agora no participa.rio e ajude a fazer o Plano de Desenvolvimento Sustentável

Publicado em 22/05/2019 - 10:19 | Atualizado em 21/11/2019 - 12:03

Quem nasceu ou escolheu o Rio de Janeiro para viver está convidado para uma missão importante: ajudar a escolher o futuro da cidade. Por intermédio da plataforma participa.rio (clique aqui para conhecer), a Prefeitura propõe ao cidadão que dê sugestões para a construção do Plano de Desenvolvimento Sustentável (PDS) do município. A proposta é que, juntos, poder público e moradores decidam como deve ser o Rio até 2050. O que se deve priorizar? Que caminhos seguir? Para escolher, a ferramenta é o voto. Está no ar, no site www.participa.rio/pds, a 3ª onda de participação, com quatro opções de tema. Entre, opine, faça parte desse processo. Quanto mais gente participar, melhor vai ficar o PDS, e mais efetiva será a construção da Cidade Maravilhosa das próximas décadas. Além da 3ª onda, a plataforma está cheia de novidades, como jogos, vídeos e o concurso do nome do personagem que representa o Plano de Desenvolvimento Sustentável.

Saiba mais sobre o participa.rio

A plataforma participa.rio, lançada pela Prefeitura, dá ao cidadão a chance de construir a cidade das próximas décadas. Nela, cada morador pode escolher as prioridades que deseja para o seu bairro, em particular, e para a cidade como um todo. E indicá-las ao poder público. A consulta online vai gerar sugestões que servirão de base para a formulação do Plano de Desenvolvimento Sustentável do Rio. O documento conterá propostas de ações capazes de melhorar o ambiente social, a infraestrutura e o cenário econômico carioca. Em resumo, a qualidade de vida das pessoas. E aí está a chave da iniciativa: são essas mesmas pessoas que têm agora a chance de decidir como será o amanhã. Para participar e ajudar a decidir os rumos da cidade é muito fácil. No computador ou no celular, basta entrar no www.participa.rio.

– A ideia é engajar o cidadão, por intermédio dessa ferramenta na internet, a participar de todas as fases de elaboração do plano. Nele vamos estabelecer metas que deverão se transformar em resultados concretos a partir de 2030 e que também nos darão uma visão sobre a cidade que desejamos alcançar em 2050. Ou seja: um Rio de Janeiro mais justo e melhor para seus habitantes. Nossa proposta é pioneira na América Latina: a formulação de um Plano de Desenvolvimento Sustentável em que o cidadão de fato interfira na escolha das decisões do que vamos considerar prioritário, em termos de investimento e de aposta para o município – destaca a subsecretária de Planejamento e Acompanhamento de Resultados da Secretaria Municipal da Casa Civil, Ana Carla Prado.

As prioridades propostas obedecem aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) apresentados pela Organização das Nações Unidas (ONU) para 2030, nas mais diferentes áreas: crescimento econômico, erradicação da pobreza, energia limpa, geração de emprego, saúde, educação e igualdade de gênero, entre outras.

Assista abaixo ao vídeo: O que é a Agenda 2030?

PDS será apresentado no ano que vem

Antes de votar, é necessário fazer um pequeno cadastro com informações como nome, endereço de e-mail, faixa etária, bairro onde mora, bairro onde realiza a atividade principal (estudo, trabalho ou outra) e assuntos de interesse. O cadastro permite conhecer melhor o perfil de quem vota e também de ter um mapeamento geográfico das prioridades: que necessidades são mais relevantes para cada bairro, por exemplo.

Qualquer um pode participar da votação, e quanto mais gente, melhor. A coleta de informações – online no primeiro semestre e presencial também numa etapa posterior – ocorrerá ao longo de 2019. O plano será apresentado em 2020 para, em seguida, ser colocado em ação.

– Acima de tudo, é o planejamento da cidade nas mãos de quem vai desfrutar dessa cidade no futuro – resume Ana Carla Prado.

  • 22 de maio de 2019