Grajaú Tênis festeja 94 anos e agradece por decreto municipal que impediu leilão do clube

Publicado em 05/09/2019 - 12:35 | Atualizado em 05/09/2019 - 12:46
Decreto assinado pelo prefeito Marcelo Crivella em junho livrou o Grajaú Tênis Clube, um dos mais tradicionais da cidade, de ter a sede leiloada. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, participou nesta quinta-feira, 5 de setembro, da comemoração do aniversário de 94 anos do Grajaú Tênis Clube, na Zona Norte. Durante o evento, a diretoria do clube agradeceu pelo decreto municipal publicado em junho, que impediu o leilão da sede e o fechamento do clube.

– Este clube é um depositário de lembranças de valor inestimável. Aqui muitos dos nossos irmãos do Grajaú jogaram futebol, trouxeram suas famílias e passaram tardes e noites inesquecíveis. Aqui famílias se formaram. Casais se conheceram aqui, passaram a percorrer a mesma estrada na vida e depois trouxeram seus filhos a este lugar encantador. Essas coisas são patrimônio cultural de um povo, de uma cidade – destacou Crivella.

Sérgio Sapo, ex-jogador de futsal e atual presidente do Grajaú Tênis, mencionou com gratidão o decreto assinado por Crivella em junho deste ano, que declarou a sede do clube como de utilidade pública, para fins de desapropriação. A medida evita que o espaço volte a ser leiloado e estabelece que o poder público tenha prioridade na aquisição do imóvel, que já tinha sido tombado pelo município em 2013.

– A iniciativa do prefeito nos ajudou muito, para que nosso clube continue vivo aqui, para sempre – afirmou Sapo.

Piscina do Grajaú Tênis Clube. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio
Piscina do Grajaú Tênis Clube. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio
O Grajaú Tênis Clube foi fundado em 1925. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio
O Grajaú Tênis Clube foi fundado em 1925. Foto: Hudson Pontes / Prefeitura do Rio

No dia 17 de junho deste ano, um leilão da sede do Grajaú Tênis Clube chegou a ser realizado, para pagamento de dívidas trabalhistas. Na ocasião, foi feito lance único de R$ 1 milhão. O imóvel, porém, estava avaliado em R$ 9,2 milhões, segundo informações da imprensa à época. A oferta foi considerada “preço vil” pela Justiça, uma vez que não chegou a 25% do valor de mercado. Se a venda tivesse sido concretizada, o clube teria encerrado suas atividades.

O Grajaú Tênis Clube é um dos mais tradicionais da Grande Tijuca e da cidade. É uma referência para a história da região. Já chegou a ter 4,5 mil associados. Hoje encontra-se em fase de recuperação de seu quadro social, com campanhas para atrair novos frequentadores. O clube oferece escolinhas de futsal, vôlei, basquete, natação e ginástica olímpica, além de servir de ambiente de encontros sociais para centenas de moradores do bairro.

http://noticias.prefeitura.rio/rio-faz/municipio-prorroga-concessao-do-estadio-nilton-santos-ao-botafogo/

http://noticias.prefeitura.rio/urbanismo/prefeitura-entrega-habite-se-parcial-ao-centro-de-treinamento-do-flamengo/

http://noticias.prefeitura.rio/rio-acontece-noticias/municipio-cede-terreno-ao-vasco-para-clube-construir-centro-de-treinamento/