Defesa Civil, Saúde e outros órgãos municipais fazem ações emergenciais na Muzema

Publicado em 12/04/2019 - 14:57 | Atualizado
Resgate de vítimas na MuzemaResgate de vítimas na Muzema. Foto: Marcelo Piu / Prefeitura do Rio

O desabamento de dois prédios construídos irregularmente em loteamento clandestino na Muzema, nesta sexta-feira, 12 de abril, teve pronta reação da Prefeitura do Rio de Janeiro no atendimento às vítimas.

DEFESA CIVIL

A Subsecretaria Municipal de Proteção e Defesa Civil, vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública, atua com 12 agentes no local, entre engenheiros e técnicos. As equipes realizam o isolamento da área, incluindo a retirada de moradores dos prédios vizinhos, que também passam por avaliação estrutural. Os agentes também apoiam o Corpo de Bombeiros no resgate de possíveis vítimas e já acionaram as concessionárias de energia e gás para dar suporte à operação. Um cadastro de moradores também está sendo realizado para identificar e organizar o atendimento.

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

A Secretaria Municipal de Saúde está com uma tenda no local do desabamento com cerca de 30 profissionais entre médicos, enfermeiros técnicos de enfermagem, psicólogos e agentes de saúde. Os profissionais estão fazendo curativos, aferindo pressão e dando um primeiro atendimento às vítimas, que estão sendo encaminhadas para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, Barra da Tijuca.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) enviou uma equipe composta por 30 servidores que prestam assistência aos desabrigados e desalojados, oferecendo abrigo em suas unidades, além de atender às necessidades emergenciais dos moradores.

GUARDA MUNICIPAL

A Guarda Municipal do Rio atua com 116 agentes, um cão e 12 motos nas ações de controle do trânsito da Estrada de Jacarepaguá e de isolamento da área onde ocorreu o desabamento.

 

LEIA TAMBÉM: Ações de interdição na Muzema ocorrem desde 2005