Prefeitura celebra Dia do Autismo com ações de conscientização e inclusão

Publicado em 02/04/2019 - 07:58 | Atualizado em 02/04/2019 - 09:22
Prefeitura do Rio celebra Dia do Autismo com ações de conscientização e inclusãoMuseu do Amanhã terá visitas guiadas no Dia Mundial do Autismo - Divulgação/Museu do Amanhã

Para celebrar o Dia Mundial de Conscientização do Autismo (2 de abril), data criada pela Organização das Nações Unidas em 2007, a Prefeitura do Rio programou uma série de ações educativas e voltadas para pessoas com autismo, que acontecem nesta terça-feria e ao longo da semana.

Segundo a ONU, o transtorno, que afeta em diferentes graus a maneira como os indivíduos se comunicam e interagem, atinge cerca de 70 milhões de pessoas. Para marcar o dia, o monumento do Cristo Redentor será iluminado a partir das 18h30 de hoje de azul, cor que representa o autismo.

Museu do Amanhã promove visitas guiadas

A Secretaria Municipal de Cultura (SMC) participa da data com atividades em diversos espaços culturais ao longo da semana. Até sábado, o Museu do Amanhã promove visitas cognitivo-sensoriais para pessoas com autismo e seus familiares, além de professores e psicólogos que atuam no tratamento do transtorno. A programação tem como objetivo a inclusão do indivíduo com deficiência, além de tornar o museu um espaço de convivência. A experiência, que inclui sonorização e luminosidade adaptadas, também será vivenciada por todos os visitantes durante a semana, já que haverá visitas no horário regular de funcionamento do Museu.

Cartaz que celebra o Dia Mundial do Autismo
Cartaz que celebra o Dia Mundial do Autismo – Divulgação

Concerto com artistas autistas

No sábado, às 15h, o Teatro Municipal Carlos Gomes recebe o “Concerto Azul: O Amor não Precisa de Palavras”. Com 30 crianças, adolescentes e jovens com autismo no elenco, o espetáculo tem como objetivo valorizar a expressão artística de pessoas com o transtorno e sensibilizar o público para a causa.

Oficinas inclusivas

A Lona Municipal Cultural Terra, em Guadalupe, oferece regularmente oficinas inclusivas de Palhaçaria. E na Areninha Carioca Gilberto Gil, em Realengo, as aulas inclusivas são as de balé, violão, capoeira e teatro.

Visita a espaço recreativo

A Subsecretaria da Pessoa com Deficiência (SUBPD) leva nesta terça-feira usuários com autismo do Centro de Referência da Pessoa com Deficiência (CMRPD) de São Conrado e Vila Isabel para uma manhã recheada de brincadeiras. As crianças conhecerão o Animason, na Barra da Tijuca, com atividades recreativas, lego, brinquedos e jogos eletrônicos. O intuito da visita é promover a inclusão das crianças com deficiência, em um espaço lúdico e acessível, onde poderão ter uma experiência única.

Ação nas escolas municipais

O Instituto Municipal Helena Antipoff (IHA), órgão da Secretaria Municipal de Educação (SME) e Centro de Referência da Educação Especial na cidade, programou ações de conscientização sobre o autismo nas escolas, como rodas de leitura e conversa e distribuição de panfletos.